A arte de não se engajar — ou no meio do caminho tem uma concessão

Por Luiz Schwarcz

luiz16

Ilustração: Alceu Chiesorin Nunes

livre42Se o engajamento dos escritores transformando a literatura em instrumento político imediatista gera danos ao trabalho artístico — como comentei em meu post chamado Literatura sem missão —, os editores que procuram usar suas editoras como partidos políticos causam efeito igualmente destrutivo sobre a linha editorial de suas empresas. Assim como a literatura sofre quando subjugada a um propósito de curto prazo, uma “casa de edições” que abrigue só uma opinião também tem sua linha empobrecida.

Pautar edições como uma linha monocórdica de argumentos faz com que as editoras se assemelhem a muitos compositores minimalistas contemporâneos — que são minimalistas por terem pouco a dizer com sua música.

Houve um tempo em que as editoras que atuavam nas áreas de ciências sociais no Brasil constituíam um polo importante de luta pela liberdade de expressão — naquela época, tal batalha confundia-se diretamente com a luta contra o regime militar. Nesse contexto, a atuação política direta se justificava, pois a literatura e a cultura precisam sempre de liberdade para existirem com plenitude.

A luta política era um imperativo para que o mercado editorial pudesse existir, e a luta campal na esfera das ideias se travava também no sentido de publicar o que desafiava a lei, já que os jornais trabalhavam com um censor dentro das redações, enquanto que as editoras não. Era preciso abrir o campo para o pensamento de esquerda, proscrito pelo regime.

Mesmo assim, no caso da literatura, os bons livros nunca surgem para atender a uma atitude política dos editores, não podem ser pensados como manifestos. A literatura não combina com os manuais, morre ao ser escrita com visão imediatista. Assim, as publicações de não ficção de editoras como Civilização Brasileira, Zahar, Brasiliense, Paz e Terra eram majoritariamente de esquerda, mas era lá que se encontrava boa parte do pensamento vivo brasileiro.

A Companhia das Letras nasceu em 1986, com o regime democrático brasileiro engatinhando e a presidência ocupada por um civil. O presidente em exercício era José Sarney, cujo destino de vice-presidente e representante das forças do passado, num governo ainda eleito indiretamente, foi transformado devido à doença fatal de Tancredo Neves, que morreu antes de assumir o posto. Nesse sentido, quando a Companhia surgiu, a luta pela liberdade de expressão estava parcialmente ganha e, com as portas já abertas pelos editores pioneiros acima citados, foi mais fácil à jovem editora se estabelecer, já num ambiente de liberdade civil e política asseguradas.

Assim, foi natural equilibrar as edições da Companhia das Letras, descolá-las de minhas opções políticas pessoais e me apresentar ideologicamente a favor dos direitos individuais quando necessário. Com a liberdade recém-conquistada, me senti à vontade para editar autores de todos os matizes ideológicos. Com grande gosto publiquei livros de pensadores chamados “liberais” e também dos considerados “conservadores”, o que não era tão comum na época. Parece uma estupidez, e talvez de fato tenha sido, mas poucos editavam o pensamento considerado de “direita” ou “não progressista”. O fato de esse tipo de consideração até soar estranho hoje em dia é tanto um bom sinal dos tempos em que vivemos como um reforço para minha argumentação.

O mercado de ideias tinha, então, sua principal influência na França — no pensamento marxista nas ciências sociais, e nas ideias de Lacan e de psicólogos libertários na psicanálise. Com isso, também os livros de não ficção tinham a pior influência literária possível. Sem entrar no mérito do conteúdo exposto nesses trabalhos, eles eram, em minha opinião, insuportavelmente chatos e contraditórios em relação aos seus ideais. Advogavam uma posição política democrática, mas eram escritos por poucos e para poucos. Foi tranquila, portanto, a minha opção pela não ficção anglo-saxã, mais eclética politicamente e muito mais bem escrita. Para uma editora que se pretendia literária, até mesmo em livros de não ficção, afastar-se da França foi o caminho acertado para tornar a alta cultura mais acessível ao público leitor brasileiro. É claro que essas generalizações são complicadas e há sempre exceções, como alguns historiadores inovadores franceses que incluíram a narrativa cotidiana em seu repertório, ou mesmo filósofos como Michel Foucault, um estilista da língua, bastante repetitivo, até porque procurava reescrever seus exemplos, cada vez em formato literário mais elaborado e diverso. No entanto os pensadores anglo-saxões como, Edmund Wilson, Christopher Hill, George Steiner e Raymond Williams, entre tantos outros, em minha opinião, davam aulas de literatura ao escrever não ficção. Não foi uma escolha política — e sim literária, ou até mercadológica —, mas de alguma forma até poderia ter sido. Pois a literatura bem exercida pode até democratizar a leitura e, na minha opinião, essa era uma boa lição para o pensamento libertário daqueles tempos: ao procurar expor ideias de forma mais clara e límpida, mais artística talvez, o escritor naturalmente consegue alcançar um maior número de leitores. Para os que me acusaram de elitista ao criar a Companhia — e houve um importante editor que o fez —, eu respondi com livros bem escritos.

A luta mais certeira, da qual nós editores não podemos escapar, é a da liberdade de expressão, associada eventualmente à defesa da qualidade literária. Nossa causa maior e mais defensável é a de abrir nossas casas para todos os tipos de autores e promover um debate o mais amplo possível, para que a criação artística e o debate intelectual tenham liberdade e multiplicidade de opiniões. Mas se muitos pensam que a censura governamental ou o cerceamento da criatividade artística são típicos do Brasil, ou de países sem tradição democrática consolidada, é bom saber que a história do mundo editorial está muito mais recheada de atos de proibição — e do consequente engajamento fundamental dos editores na luta pela liberdade artística e de pensamento — do que imaginamos.

No post em que falei sobre Max Perkins mencionei o quanto esse editor trabalhou como negociador frente a seus autores, no sentido de evitar a censura interna da empresa onde trabalhava, ou o banimento moral e jurídico imposto a livros no começo do século XX. Teria Perkins cerceado a liberdade de Fitzgerald ou de Hemingway ao realizar tal negociação? A questão é cabeluda e pode gerar discussões extensas. Usando um exemplo paralelo, fora da esfera literária propriamente dita, as artimanhas de artistas como Dimitri Shostakovich frente à censura na União Soviética sempre foram mais complexas do que podem parecer à primeira vista. Há críticas violentas ao compositor, por ter se subjugado à pressão do estado soviético, mas poucos daqueles que o criticaram estiveram na pele de quem precisa criar e viver de sua arte. Muitos estudos apontam que Shostakovich, mesmo tendo publicamente representado o seu país, sido admoestado por isso e feito inúmeras e humilhantes autocríticas, inseriu em sua música, através de linguagem artística sofisticada, ironias e contestações ao realismo socialista. É fácil criar vilões ou heróis, mas o melhor mesmo é entender os caminhos possíveis de um artista, de um escritor, ou até mesmo de um editor, na luta pela liberdade de expressão. No meio do caminho tem uma concessão, tem uma concessão no meio do caminho.

P.s.: Voltarei ao tema desta coluna na próxima semana.

* * * * *

Luiz Schwarcz é editor da Companhia das Letras e autor de Linguagem de sinais, entre outros. Escreve pra o blog uma coluna semanal sobre livros e o trabalho editorial.

Mulheres

Por Martha Batalha

14738159890_ea8094ef6e

Foram duas semanas de extremos, com o perfil da bela e recatada Marcela Temer, e da voluptuosa e luxuriante miss Bumbum. E ainda teve Erundina gritando “É golpe”, depois de Cunha manobrar uma eleição na Câmara contra os direitos das mulheres. O deputado Flavinho do PSB dizendo que mulher “de verdade” não quer poder, quer é ser amada. O cancelamento de uma palestra sobre direitos das mulheres no colégio Salesiano, em Niterói, porque grupos religiosos associaram o tema à pauta de esquerda.

Nos meses anteriores teve Câmara aprovando projeto que dificulta o aborto legal. E a mulherada indo pra rua, com muita raiva do autor da proposta, Eduardo Cunha (ele, de novo, como sempre). Enquanto isso, editoras do mundo inteiro negociavam a publicação dos livros esgotados ou não traduzidos de Svetlana Aleksiévitch, como o que traz depoimentos de mulheres russas no front da Segunda Guerra. A desconhecida Elena Ferrante, com sua escrita universal, lançava best-sellers que contêm o ponto de vista feminino (uma literatura sobre mulheres, e não para mulheres). E Chimamanda Ngozi Adichie vendia centenas de milhares de exemplares de seu preciso e precioso manifesto feminista (onde diz, simplesmente, que feminismo é tratar os outros com respeito).

Que época para ser mulher, escrever, e tentar entender o Brasil e o mundo. É o que penso o tempo todo, foi o que pensei ontem, depois de terminar a releitura de 1968, o ano que não terminou, de Zuenir Ventura. Olha, Zuenir, a gente está com um 1968 por mês, quero ver quem será o gênio capaz de escrever 2016, o ano que englobou uma década.

No meio de tanta coisa eu me pergunto qual a missão do escritor (eu sei, missão é uma coisa meio 1960, mas acho mesmo que o escritor tem um papel a cumprir, principalmente em tempos conturbados como este). E acredito que este papel, esta missão, seja desconstruir estereótipos.

Marcela Temer, por exemplo. No fundo não importa se ela é bela, recatada e do lar. Que goste de cores claras, saias na altura do joelho e cabelos com luzes fininhas. Para mim ela poderia passar o resto de seus dias fazendo bolinhos de chuva para o filho Michelzinho, que eu não ligaria. O importante, no caso, é que uma reportagem escrita por uma mulher escolhe os termos “bela”, “recatada” e “do lar” como principal forma de definir — e elogiar — outra mulher. Não é Marcela que está errada, mas as escolhas da jornalista, e o espaço dado na imprensa para esse tipo de perfil.

Ou Milena Santos, a miss Bumbum e primeira-dama do turismo brasileiro. Esta nem precisa ser definida por jornalistas, porque se tornou um estereótipo de si mesma. Abandonada pela mãe, cresceu numa favela e usou o corpo como moeda de troca. E o corpo como moeda não é, neste caso, um problema em si. O problema é que Milena deve ter crescido tão influenciada por estereótipos (das novelas, das músicas, das revistas femininas), e acreditado tanto nas imagens pré-fabricadas, que se tornou, ela própria, uma imagem pré-fabricada.

Marcela Temer e Milena Santos me fizeram refletir sobre meu primeiro romance. Sem perceber (e acredito profundamente no subconsciente na hora da escrita) eu fiz das duas protagonistas, Eurídice e Guida, lutadoras contra estereótipos. Eurídice é tida como bela, recatada e do lar. Guida é vista como deslumbrante, efusiva e da rua. Durante toda a trama elas tentam se desfazer destes estereótipos. Isso em 1940.

Estamos em 2016, e as questões continuam as mesmas. A mudança da mulher na sociedade — e da percepção da mulher na sociedade — passa primeiro pela mudança da construção da imagem desta mulher. E isso é com a gente — escritores, editores, designers, roteiristas, músicos, pintores, desenhistas, jornalistas.

Outro dia li um quadrinho de uma desenhista de Brasília, a Lovelove6. Em poucas linhas ela deu um recado fundamental para quem faz arte hoje no Brasil:

“Autores costumam considerar suas tramas apenas quando a mulher tem função sexual no roteiro, ou quando o foco da sua representação é estereotipado — a mãe, a filha, a esposa, a mulher, a prostituta.” No caso da protagonista, a mulher é “jovem, branca, magra, atraente e heterossexual, de traços finos e cabelos lisos”.

Para Lovelove6 (e para mim), não tem que ser assim. E esta é a parte mais linda:

“Sério, caras, as mulheres não precisam despertar o seu tesão e vocês não têm que querer comer todas. Na maior parte das vezes as mulheres estão por aí, existindo de boa, como as pessoas fazem. Se virando, trabalhando, querendo ter pensamentos complexos e profundos, querendo vencer e crescer, como você.”

É isso, companheiros artistas. A marquinha de catapora no queixo de uma mulher não tem que ser sexy. Pode ser a lembrança de uma noite de muita febre na infância, em que foi gostoso dormir na cama dos pais. A gente usa minissaia não para despertar instintos, mas porque aqui faz quarenta graus. Mulher também faz os cálculos para ver quando vai se aposentar, sonha com aquela casinha de campo, já pensou em estudar violão ou tocar tambor. Acorda suada depois de um pesadelo, cheira o garfo com comida, corta as unhas perto do sabugo e depois se arrepende. Já cogitou largar tudo e recomeçar muito longe. Consegue — ou não — fazer as palavras cruzadas sem olhar para as dicas da última página. Tem medo — ou não — de espíritos. Jogou no bicho, quase acertou a quina, perdeu tempo numa fila, se irritou com a porta giratória do banco. E até mesmo Marcela Temer com todo o seu recato, e Milena Santos com todo o seu silicone, ou as duas com todos os seus estereótipos, já pensaram, sentiram ou viveram algumas das coisas descritas acima.

* * * * *

Martha Batalha nasceu em Recife em 1973, e cresceu no Rio de Janeiro. Jornalista com mestrado em literatura pela PUC-Rio e em Publishing pela NYU, trabalhou em jornais como O Globo e criou o selo Desiderata, hoje da Ediouro. Vive na Califórnia. Em abril, lançou pela Companhia das Letras seu primeiro livro, A vida invisível de Eurídice Gusmão.

Conheça nossos autores confirmados na Flip 2016

De 29 de junho a 3 de julho acontece a 14ª Festa Literária Internacional de Paraty. Em 2016, o tradicional evento literário de Paraty, no Rio de Janeiro, homenageia a poeta Ana Cristina Cesar, que teve toda a sua obra publicada pela Companhia das Letras em PoéticaNeste ano, onze autores do Grupo Companhia das Letras estão confirmados na programação principal da Flip, e mais cinco autores na Flipinha. Conheça!

Svetlana Aleksiévitch

Escritora Svetlana Alexijevich

O primeiro nome confirmado em 2016 foi o da Nobel de Literatura Svetlana Aleksiévitch. O primeiro livro da jornalista bielorussa publicado no Brasil é Vozes de Tchernóbil, que chegou às livrarias na última semana. No livro, Svetlana reúne relatos de viúvas, trabalhadores, soldados, bombeiros, médicos e cientistas que vivenciaram e sobreviveram ao desastre de Tchernóbil. O livro não só mostra a destruição que o acidente nuclear causou, mas apresenta também as consequências desse desastre na vida daquelas pessoas comuns. Em junho, lançaremos também A guerra não tem rosto de mulher, a história de soldadas soviéticas que lutaram durante a Segunda Guerra.

Svetlana participa da Flip no sábado, dia 2 de julho, às 17h15.

Misha Glenny

MishaGlenny - © Ivan Gouveia

Misha Glenny é um renomado jornalista e historiador britânico, trabalhou como correspondente do diário inglês The Guardian e da emissora BBC na Europa Central. Cobriu o colapso do comunismo nos países que pertenciam ao Pacto de Varsóvia e as guerras que despedaçaram a ex-Iugoslávia. Em junho, lança no Brasil o livro O dono do morro, que conta a história de Antônio Francisco Bonfim Lopes, um jovem pai trabalhador, que se transformou em Nem, o líder do tráfico de drogas na Rocinha. A partir de uma série de entrevistas na prisão de segurança máxima onde o criminoso cumpre sentença, Misha Glenny narra a ascensão e a queda do traficante, assim como a tragédia de uma cidade. Misha Glenny também publicou pela Companhia das Letras os livros McMáfia, sobre o crime organizado na globalização, e Mercado sombrioem que fala dos crimes na internet.

Misha Glenny divide a mesa “Os olhos da rua” com o jornalista Caco Barcellos na quinta-feira, dia 30 de junho, às 15h.

Karl Ove Knausgård

Karl Ove Knausgard 2012_Maria Teresa Slanzi

Karl Ove Knausgård nasceu em Oslo em 1968 e é considerado o mais importante escritor norueguês de sua geração. Conquistou leitores do mundo todo com a série Minha luta, livros híbridos entre a ficção e a memória, em que o autor explora, com pleno domínio da atividade narrativa, as possibilidades da ficção contemporânea. No Brasil, os três primeiros títulos da série já foram lançados — A morte do pai, Um outro amor A ilha da infância. Em junho chega às livrarias Uma temporada no escuro, quarto livro da série que será centrado na juventude do escritor.
O encontro com Knausgård acontece na sexta-feira, 1º de julho, às 17h15.

Marcílio França Castro

Marcilio_CiaDasLetras-5_DIV

De Belo Horizonte, Marcílio França Castro é mestre em teoria literária pela UFMG, publicou A casa dos outros e Breve cartografia de lugares sem nenhum interesse, pelo qual recebeu o Prêmio Literário Biblioteca Nacional. Pela Companhia das Letras, publica em maio Histórias naturais, livro que exibe um fantástico domínio técnico, um olhar original sobre as relações humanas e um ponto de vista singular para tratar a matéria imaginativa em contos sobre as estranhezas que compõem a vida cotidiana.

Marcílio França Castro divide a mesa “Histórias naturais” com Álvaro Enrigue na quinta-feira, 30 de junho, às 17h15.

Bill Clegg

Bill Clegg © Brigitte Lacombe

Bill Clegg é agente literário em Nova York. Sua estreia como autor foi com Retrato de um viciado quando jovem, livro em que narra sua experiência como usuário de crack. O livro recebeu elogios de diversos críticos e de escritores como Michael Cunningham e Irvine Welsh, e ganhou uma sequência em Noventa dias, que aborda sua reabilitação. Em maio, lança no Brasil Você já teve uma família?, seu primeiro romance, com personagens que procuram conforto nos lugares mais improváveis para superar suas tragédias pessoais.

Bill Clegg participa da mesa “Na pior em Nova York e Edimburgo” com Irvine Welsh na quinta-feira, 30 de junho, às 21h30.

Tati Bernardi

Retrato Tati Bernardi para Companhia das Letras, Janeiro de 2016.

Tati Bernardi já conquistou uma legião de leitores com a sua coluna na Folha de S. Paulo. Além da sua coluna, também é autora da Rede Globo e roteirista de cinema. Em fevereiro deste ano, lançou Depois a louca sou eu, um relato bem-humorado e escrachado que relembra suas histórias de pânico e ansiedade. As primeiras crises de pânico, a mania de fazer listas, o medo de viajar de avião, os remédios tarja-preta estão neste livro, onde tudo aparece sob o filtro de uma cabeça fervilhante de pensamentos, mãos trêmulas, falta de ar, taquicardia e, sobretudo, humor.

Tati Bernardi divide a mesa “Mixórdia de temáticas” com Ricardo Araújo Pereira no domingo, 3 de julho, às 12h.

Armando Freitas Filho

Armando Freitas Filho -® Bel Pedrosa

O poeta Armando Freitas Filho nasceu no Rio de Janeiro em 1940. Foi pesquisador na Fundação Casa de Rui Barbosa, secretário da Câmara de Artes no Conselho Federal de Cultura, assessor do Instituto Nacional do Livro no Rio de Janeiro, pesquisador na Fundação Biblioteca Nacional, assessor no gabinete da presidência da Funarte. É autor de Palavra, Dual, À mão livre, 3×4 (Prêmio Jabuti de Poesia, 1986), De cor, Números anônimos, Fio terra (Prêmio Alphonsus de Guimaraens da Biblioteca Nacional, 2000), entre outros livros. Reuniu sua obra poética em Máquina de escrever (2003). Pela Companhia das Letras, publicou os livros Dever, Lar, Raro mar. Em junho, lança Rol. 

Armando Freitas Filho participa da mesa de abertura da Flip na quarta-feira, dia 29 de junho, com Walter Carvalho.

Valeria Luiselli

IMG_9771

Valeria Luiselli nasceu na Cidade do México, em 1983. É colaboradora da revista Letras Libres e seus textos já foram publicados nos jornais The New York Times e Reforma. Ela vive atualmente entre o México e Nova York, onde faz um doutorado na Universidade Columbia. No Brasil, publicou pela Alfaguara Rostos na multidão, um romance multifacetado e emocionante sobre uma jovem mãe de duas crianças pequenas que tenta escrever um romance sobre sua juventude em Nova York e a obsessão que tem por um excêntrico e obscuro poeta mexicano. Em junho, a Alfaguara lança seu novo romance, A história dos meus dentes.

Valeria Luiselli participa da mesa “A história da minha morte” com J. P. Cuenca, na sexta-feira, 1º de julho, às 12h.

Álvaro Enrigue

EnrigueMaya2

Álvaro Enrigue nasceu em Guadalajara, México, em 1969. Tem sido considerado um dos mais imaginativos e poderosos ficcionistas da literatura de língua espanhola. Publicou contos e romances, mas foi a partir de Morte súbita que se tornou um autor mundialmente reconhecido. O romance chega às livrarias brasileiras em maio, uma narrativa alucinante e vertiginosa que começa em uma partida de tênis e se transforma numa história alternativa da humanidade.

Álvaro Enrigue divide a mesa “Histórias naturais” com Marcílio França Castro na quinta-feira, 30 de junho, às 17h15.

Vilma Arêas

Vilma Areas©Lucila Wroblewski

Fluminense, Vilma Arêas estreou na ficção com Partidas (contos, Francisco Alves, 1976). Aos trancos e relâmpagos (literatura infantil, Scipione, 1988) e A terceira perna (contos, Brasiliense, 1992) mereceram o prêmio Jabuti. Em 2002, Trouxa frouxa (contos) recebeu o prêmio Alejandro José Cabassa (44o. aniversário da União Brasileira de Escritores), e em 2005 Clarice Lispector com a ponta dos dedos (ensaio) recebeu o prêmio APCA categoria literatura. Professora titular de literatura brasileira na Unicamp, Vilma Arêas ainda publicou pela Companhia das Letras o livro Vento sul.

Vilma Arêas participa da mesa de encerramento “Luvas de pelica” com Sérgio Alcides no domingo, 3 de julho, às 14h.

Patrícia Campos Mello

8698214916-191

Patrícia Campos Mello, jornalista paulistana, atualmente é repórter especial e colunista da Folha de S. Paulo. Cobrindo economia, relações internacionais e direitos humanos há 15 anos, já esteve em quase 50 países fazendo reportagens. É autora de Índia: da miséria à potência (Planeta, 2008) e prepara Lua de mel em Kobani, com publicação prevista pela Companhia das Letras, em que narra a história da guerra contra o estado islâmico na Síria através do olhar de um casal de refugiados.

Participa da mesa “Siria mon amour” no domingo, dia 3 de julho, às 10h com Abud Said.

Flipinha

Ernani Ssó

02293_gg

Ernani Ssó é autor de livros infantis como Castelos e fantasmasCom mil diabos! Contos de gigantesTambém é tradutor da edição da Penguin-Companhia de Dom Quixote, de Miguel de Cervantes. Na Flipinha, o autor participa do “Mesão: desafios literários”, às 9h do dia 30 de junho, com Lázaro Ramos, Angela-Lago e a dupla Palavra Cantada. Já no sábado, dia 2 de julho, ele participa da mesa “Histórias de arrepiar!”, com Alexandre de Castro Gomes, às 10h30.

Angela-Lago

image

Nasceu em Belo Horizonte, em 1945. Viveu na Venezuela e na Escócia. Há vinte anos escreve e ilustra livros para crianças, como os livros O caixão rastejante e outras assombrações de família, Muito capeta Sete histórias para sacudir o esqueletoNa quinta-feira, dia 30 de junho, participa do “Mesão: desafios literários”, às 9h, e da mesa “Caderno de segredos” com Lázaro Ramos, às 10h30.

Patricia Auerbach

Nasceu em São Paulo, em 1978. Se formou em arquitetura e trabalhou como diretora de arte, artista plástica e professora de história da arte. Desde pequena sempre adorou desenhar, escrever e inventar histórias. Hoje é autora e ilustradora de livros infantis, professora e mãe, e lançou pela Companhia das Letrinhas o livro Histórias de antigamentePatricia participa da mesa “Diálogos texto e imagem” no dia 1º de julho, às 10h30, com Aline Abreu.

Blandina Franco e José Carlos Lollo

Blandina Franco e José Carlos Lollo são a dupla responsável pelas historinhas do cãozinho Pum, como Soltei o Pum na escola! e Quem soltou o Pum?Em 2016 lançaram ErnestoBlandina e Lollo participam da mesa “Histórias parceiras” no dia 3 de julho, às 10h30, com Laura Castilhos.

Marque na agenda

chico-2-5

Lançamento de O livro dos bichos
Terça-feira, 3 de maio, às 19h
O jornalista Roberto Kaz autografa no Rio de Janeiro O livro dos bichos, livro em que reúne perfis inusitados sobre bichos anônimos e famosos.
Local: Livraria da Travessa Ipanema — Rua Visconde de Pirajá, 572 — Rio de Janeiro, RJ

Bate-papo com Lilia Moritz Schwarcz
Quarta-feira, 4 de maio, às 19h
Para marcar o lançamento da nova temporada do programa Entrevista, do Canal Futura, Lilia Moritz Schwarcz conversa com Heloisa M. Starling, Daniel Aarão Reis, André Botelho e Luiz Eduardo Soares no Rio de Janeiro.
Local: Livraria da Travessa do Shopping Leblon — Av. Afrânio de Melo Franco, 290 — Rio de Janeiro, RJ

Dia da Língua Portuguesa
Quinta-feira, 5 de maio, às 19h
José Luís Peixoto e Carlos de Brito e Mello conversam sobre suas obras no encontro “A cidade como linguagem”, que comemora o Dia da Língua Portuguesa.
Local: Unibes Cultural — Rua Oscar Freire, 2500 — São Paulo, SP

Bate-papo com Luiz Gê
Quinta-feira, 5 de maio, às 19h
A loja de quadrinhos Monkix promove um encontro com Luiz Gê e sessão de autógrafos de Ah, como era boa a ditadura…que reúne charges dos últimos anos da ditadura publicadas na Folha de S. Paulo.
Local: Monkix — Rua Harmonia, 150 — São Paulo, SP

Sessão de autógrafos com Luiz Ruffato
Quinta-feira, 5 de maio, às 19h
Luiz Ruffato autografa seu novo romance, De mim já nem se lembra, no Rio de Janeiro.
Local: Livraria Argumento — Rua Dias Ferreira, 417 — Rio de Janeiro, RJ

Encontro com José Luís Peixoto
Sexta-feira, 6 de maio, às 19h
O português José Luís Peixoto, autor de Livro Galveias, conversa com os leitores brasileiros em São Paulo.
Local: Sesc Consolação — Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque — São Paulo, SP

Daniel Galera e Caetano Galindo na Semana de Letras da UFPR
Sábado, 7 de maio, às 18h
Daniel Galera, autor de Barba ensopada de sangue, e o tradutor Caetano Galindo, que acaba de lançar o guia de leitura de Ulysses, conversam no encontro da Semana de Letras da Universidade Federal do Paraná.
Local: Livraria da Vila — Av. do Batel, 1868 — Curitiba, PR

Lançamento de Histórias de antigamente
Sábado, 7 de maio
Patrícia Auerbach autografa Histórias de antigamente, livro da Companhia das Letrinhas, em Florianópolis.
Local: Barca dos Livros — Rua Hipólito do Vale Pereira, 620 — Florianópolis, SC

Contação de história de Ernesto
Sábado, 7 de maio, às 15h
Kiara Terra comanda a contação do livro Ernesto, de Blandina Franco e José Carlos Lollo.
Local: Livraria da Vila — Rua Fradique Coutinho, 915 — São Paulo, SP

Contação de história de O coelhinho que queria dormir
Durante o fim de semana, diversas lojas da Saraiva recebem a contação de história do livro O coelhinho que queria dormirde Carl-Johan Forssén Ehrlin. Confira os locais:

  • Sábado, 7 de maio, às 16h
    Local: Saraiva Park Shopping São Caetano —  Alameda Terracota, 545 — São Caetano do Sul, SP
  • Sábado, 7 de maio, às 14h
    Local: Saraiva Moinhos Shopping — Rua Olavo Barreto Viana, 36 — Porto Alegre, RS
  • Sábado, 7 de maio, às 16h
    Local: Saraiva Shopping Iguatemi — Av. João Wallig, 1800 — Porto Alegre, RS
  • Sábado, 7 de maio, às 16h
    Local: Saraiva MegaStore Shopping Recife — Rua Padre Carapuceiro, 777 — Recife, PE
  • Sábado, 7 de maio, às 17h
    Local: Saraiva Shopping New York — Av. das Américas, 5000 — Rio de Janeiro, RJ
  • Sábado, 7 de maio, às 17h
    Local: Saraiva Midway Mall — Avenida Bernardo Vieira , 3.775 — Natal, RN
  • Sábado, 7 de maio, às 15h
    Local: Saraiva Galleria Shopping — Rod. Dom Pedro I, s/n — Campinas, SP
  • Sábado, 7 de maio, às 16h
    Local: Saraiva Novo Shopping — Av. Pres. Kenedy, 1500 — Ribeirão Preto, SP
  •  Domingo, 8 de maio, às 15h
    Local: Saraiva Shopping Eldorado — Av. Rebouças, 3970 — São Paulo, SP
  • Domingo, 8 de maio, às 16h
    Local: Saraiva Botafogo Praia Shopping — Praia de Botafogo, 400 — Rio de Janeiro, RJ
  • Domingo, 8 de maio, às 16h
    Local: Saraiva Jundiaí Shopping — Av. 9 de Julho, 3333 — Jundiaí, SP
  • Domingo, 8 de maio, às 16h
    Local: Saraiva Iguatemi Campinas — Av. Iguatemi, 777 — Campinas, SP
  • Domingo, 8 de maio, às 15h
    Local: Saraiva Shopping Santa Ursula — R. São José, 933 — Ribeirão Preto, SP

Bate-papo com Ruy Castro
Sábado, 7 de maio, às 19h
No I Festival das Livrarias, Ruy Castro conversa com seus leitores sobre A noite do meu bem.
Local: Livraria Arlequim — Praça Quinze de Novembro, 48 — Rio de Janeiro, RJ

 

Comemore os 30 anos da Companhia das Letras com as melhores leituras da sua vida

banner para site companhia 610x238px

De 2 a 16 de maio, centenas de livros do Grupo Companhia das Letras estarão à venda com 50% de desconto em diversas lojas virtuais e livrarias físicas. Fazem parte da promoção títulos selecionados dos selos Companhia das Letras, Alfaguara, Objetiva, Seguinte, Paralela, Fontanar e Portfolio-Penguin. Comemore os 30 anos da Companhia das Letras com boas leituras!

Veja abaixo a lista completa de títulos e de lojas parceiras.

(Nem todos os títulos estarão disponíveis em todos os parceiros. Sujeito à disponibilidade de estoque.)

Título Autor Preço de capa Preço c/ desconto
O bom livro A.C. Grayling  R$      74.90  R$      37.45
Tramonto Affonso Franco  R$      36.90  R$      18.45
O mapa e o território Alan Greenspan  R$      47.90  R$      23.95
Victus Albert Pinol  R$      69.90  R$      34.95
Amar o que é: Um casamento transofrmado  Alix Kates Shulman  R$      44.90  R$      22.45
Doctor Who — Quando cair o verão e outras histórias Amelia Williams  R$      24.90  R$      12.45
Muito prazer, Amy Amy Malloy  R$      32.90  R$      16.45
Cem dias entre céu e mar Amyr Klink  R$      54.90  R$      27.45
Almanaque 1964 Ana Maria Bahiana  R$      59.90  R$      29.95
Palavra de honra Ana Maria Machado  R$      37.90  R$      18.95
Recado do nome Ana Maria Machado  R$      37.90  R$      18.95
Romântico, sedutor e anarquista Ana Maria Machado  R$      34.90  R$      17.45
Selenciosa algazarra Ana Maria Machado  R$      44.90  R$      22.45
Basta de histórias! Andres Oppenheimer  R$      54.90  R$      27.45
O que falta ao tempo Ángela Becerra  R$      49.90  R$      24.95
Meu nome é memória Ann Brashares  R$      42.90  R$      21.45
Na pele de uma jihadista Anna Erelle  R$      32.90  R$      16.45
A valsa esquecida Anne Enright  R$      39.90  R$      19.95
Oksa Pollock e a floresta dos desgarrados Anne Plichota  R$      39.90  R$      19.95
Oksa Pollock e o mundo invisível Anne Plichota  R$      44.90  R$      22.45
Oksa Pollock e o coração dos dois mundos Anne Plichota  R$      37.90  R$      18.95
Mortais Atul Gawande  R$      32.90  R$      16.45
Trabalhando juntos Barbara Annis e John Gray  R$      37.90  R$      18.95
Nada a invejar Barbara Demick  R$      59.90  R$      29.95
Clube dos sobreviventes Ben Sherwood  R$      37.90  R$      18.95
Compramos um zoológico Benjamin Mee  R$      31.90  R$      15.95
Nove noites (Capa nova) Bernardo Carvalho  R$      39.90  R$      19.95
Reprodução Bernardo Carvalho  R$      39.90  R$      19.95
Porque você é minha Beth Kery  R$      39.90  R$      19.95
Quando estou com você Beth Kery  R$      29.90  R$      14.95
Retrato de um viciado quando jovem Bill Clegg  R$      44.90  R$      22.45
As cinco virtudes essenciais Bob Deutsch  R$      37.90  R$      18.95
Jogo roubado Brett Forrest  R$      42.90  R$      21.45
Eu posso Patrick Henry Hughes e Patrick John Hughes  R$      37.90  R$      18.95
Escola noturna — O legado C.J. Daugherty  R$      29.90  R$      14.95
Vida de cinema Cacá Diegues  R$      62.90  R$      31.45
O prisioneiro do céu Carlos Zafón  R$      42.90  R$      21.45
Floresta noturna Charles Frazier  R$      44.90  R$      22.45
Hibisco roxo Chimamanda Ngozi Adichie  R$      42.90  R$      21.45
A felicidade da busca Chris Guillebeau  R$      39.90  R$      19.95
Mick — A vida louca e o gênio selvagem de Jagger Christopher Andersen  R$      44.90  R$      22.45
O homem do engano Christopher Morgan Jones  R$      47.90  R$      23.95
O rei demônio Cinda Williams Chima  R$      42.90  R$      21.45
O trono Lobo Gris Cinda Williams Chima  R$      44.90  R$      22.45
Mães e filhos Colm Tóibín  R$      47.90  R$      23.95
Um dia de cada vez Courtney C. Stevens  R$      27.90  R$      13.95
O livro de Julieta Cristina Sánchez-Andrade  R$      24.90  R$      12.45
O viajante Daren Simkin e Daniel Simkin  R$      32.90  R$      16.45
Em busca de Jesus David Gibson  R$      32.90  R$      16.45
A garota na teia de aranha — Millennium 4 David Lagercrantz  R$      44.90  R$      22.45
Minha lista de prioridades David Menasche  R$      32.90  R$      16.45
Podemos dizer adeus mais de uma vez David Servan-Schreiber  R$      27.90  R$      13.95
Samba Delphine Coulin  R$      32.90  R$      16.45
Sobre meninos e lobos (Edição econômica) Dennis Lehane  R$      37.90  R$      18.95
Agora e sempre Diane Keaton  R$      42.90  R$      21.45
Amigos da mente Dr. David Perlmutter  R$      39.90  R$      19.95
Carcereiros Drauzio Varella  R$      39.90  R$      19.95
Estação Carandiru Drauzio Varella  R$      44.90  R$      22.45
Casa em cores Durell H. Godfrey  R$      34.90  R$      17.45
O livro das citações Eduardo Giannetti  R$      64.90  R$      32.45
Prosa — Bishop Elizabeth Bishop  R$      49.90  R$      24.95
Era dos extremos Eric Hobsbawm  R$      69.90  R$      34.95
Milagres podem mudar a sua vida Eric Metaxas  R$      32.90  R$      16.45
Em nome da mãe Erri De Luca  R$      32.90  R$      16.45
Deus te quer sorrindo Jonathan Morris  R$      29.90  R$      14.95
100 dias de felicidade Fausto Brizzi  R$      34.90  R$      17.45
Sete anos Fernanda Torres  R$      37.90  R$      18.95
Pensadores que inventaram o Brasil Fernando Henrique Cardoso  R$      44.90  R$      22.45
Chatô (Edição econômica) Fernando Morais  R$      49.90  R$      24.95
Os últimos soldados da Guerra Fria Fernando Morais  R$      49.90  R$      24.95
Clique: como nascem as grandes ideias Frans Johansson  R$      42.90  R$      21.45
Pequeno tratado de vida interior Frederic Lenoir  R$      32.90  R$      16.45
Um Deus muito humano  Frei Betto  R$      32.90  R$      16.45
Fome de Deus Frei Betto  R$      27.90  R$      13.95
Se eu te abraçar, não tenha medo Fulvio Ervas  R$      37.90  R$      18.95
Doctor Who: Shada Douglas Adams e Gareth Roberts  R$      39.90  R$      19.95
Uma luz súbita Garth Stein  R$      34.90  R$      17.45
Honra teu pai Gay Talese  R$      59.90  R$      29.95
Viver sem cigarro é possível (Se você souber como) Giacomo Papi  R$      24.90  R$      12.45
O volume negro Gordon Dahlquist  R$      54.90  R$      27.45
Bussunda Guilherme Fiuza  R$      54.90  R$      27.45
Na escuridão: a história do resgate dos 33 mineiros chilenos Héctor Tobar  R$      44.90  R$      22.45
Bridget Jones: Louca pelo garoto Helen Fielding  R$      37.90  R$      18.95
Crônicas para ler na escola Heloisa Seixas  R$      37.90  R$      18.95
O país dos cegos e outras histórias H.G. Wells  R$      47.90  R$      23.95
O amor e outras catástrofes da natureza Holly Shumas  R$      36.90  R$      18.45
Hitler Ian Kershaw  R$      84.90  R$      42.45
Eu te vejo Irene Cao  R$      32.90  R$      16.45
O brilho do amanhã Ishmael Beah  R$      39.90  R$      19.95
Eu sei Ito Naga  R$      25.90  R$      12.95
Perda total Ivan Sant’Anna  R$      52.90  R$      26.45
Entre o agora e o sempre J.A. Redmerski  R$      32.90  R$      16.45
A morte de Sarai J.A. Redmerski  R$      32.90  R$      16.45
O melhor momento Jane Fonda  R$      44.90  R$      22.45
Stieg Larsson Jan-Erik Pettersson  R$      44.90  R$      22.45
Anatomia de um julgamento Janet Malcolm  R$      44.90  R$      22.45
Segredo de Estado Jason Tércio  R$      44.90  R$      22.45
Pelas trilhas de Compostela Jean-Christophe Rufin  R$      27.90  R$      13.95
O instinto de morte Jed Rubenfeld  R$      37.90  R$      18.95
A trama do casamento Jeffrey Eugenides  R$      54.90  R$      27.45
O legado Jennifer Haigh  R$      49.90  R$      24.95
As sombras de Longbourn Jo Baker  R$      52.90  R$      26.45
As esganadas Jô Soares  R$      42.90  R$      21.45
Auto do frade (Bolso) João Cabral de Melo Neto  R$      17.90  R$        8.95
Ilustrações para fotografias de Dandara João Cabral de Melo Neto  R$      39.90  R$      19.95
Notas sobre uma possível “A casa de farinha” João Cabral de Melo Neto  R$      54.90  R$      27.45
Noites lebloninas João Ubaldo Ribeiro  R$      32.90  R$      16.45
Sargento Getúlio (Bolso) João Ubaldo Ribeiro  R$      17.90  R$        8.95
Viva o povo brasileiro João Ubaldo Ribeiro  R$      72.90  R$      36.45
Vai que dá! Joaquim Castanheira  R$      32.90  R$      16.45
Minhas amigas Joaquim Ferreira dos Santos  R$      44.90  R$      22.45
A casa assombrada John Boyne  R$      42.90  R$      21.45
Fique onde está e então corra John Boyne  R$      37.90  R$      18.95
Caminhar com Jesus Papa Francisco  R$      24.90  R$      12.45
Barroco tropical José Eduardo Agualusa  R$      54.90  R$      27.45
Alabardas, alabardas, espingardas, espingardas José Saramago  R$      29.90  R$      14.95
Pássaro do paraíso Joyce Carol Oates  R$      59.90  R$      29.95
Contrato com Deus Juan Gómez-Jurado  R$      52.90  R$      26.45
Depois do que aconteceu Juliana Parrini  R$      29.90  R$      14.95
Antes que aconteça Juliana Parrini  R$      29.90  R$      14.95
Dias de feira Julio Bernardo  R$      39.90  R$      19.95
A vida secreta de Fidel Jun Reynaldo Sanchez  R$      36.90  R$      18.45
Sombras marcadas Kamila Shamsie  R$      58.90  R$      29.45
A idade dos milagres Karen Thompson Walker  R$      29.90  R$      14.95
Sepulcro Kate Mosse  R$      72.90  R$      36.45
Supertimes Khoi Tu  R$      42.90  R$      21.45
Invencível Laura Hillenbrand  R$      54.90  R$      27.45
Invencível (Capa filme) Laura Hillenbrand  R$      52.90  R$      26.45
Uma luz entre nós Laura Lynne Jackson  R$      29.90  R$      14.95
O atlas do amor Laurie Frankel  R$      32.90  R$      16.45
Jony Ive — O gênio por trás dos grandes produtos da Apple Leander Kahney  R$      49.90  R$      24.95
Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste) Lee Cruchtley  R$      27.90  R$      13.95
Aproveite cada sanduíche Lee Lipsenthal  R$      24.90  R$      12.45
Guerreiras da paz Leymah Gbowee  R$      44.90  R$      22.45
As barbas do imperador Lilia Moritz Schwarcz  R$      79.90  R$      39.95
Getúlio (1945-1954) – Da volta pela consagração popular ao suicídio Lira Neto  R$      52.90  R$      26.45
Getúlio (1930-1945) – Do governo provisório à ditadura do Estado Novo Lira Neto  R$      57.90  R$      28.95
Cidade mágica Lizzie Mary Cullen  R$      34.90  R$      17.45
As mentiras que as mulheres contam Luis Fernando Verissimo  R$      34.90  R$      17.45
Em algum lugar do paraíso Luis Fernando Verissimo  R$      42.90  R$      21.45
Os últimos quartetos de Beethoven e outros contos Luis Fernando Verissimo  R$      32.90  R$      16.45
Rio de Janeiro Luiz Eduardo Soares  R$      39.90  R$      19.95
A equação do casamento Luiz Hanns  R$      42.90  R$      21.45
Os olhos amarelos dos crocodilos Katherine Pancol  R$      37.90  R$      18.95
50 contos de Machado de Assis Machado de Assis  R$      49.90  R$      24.95
A primeira noite Marc Levy  R$      42.90  R$      21.45
O primeiro dia Marc Levy  R$      34.90  R$      17.45
Sem medo de falar Marcelo Ribeiro  R$      27.90  R$      13.95
A dieta ideal Marcio Atalla e Desire Coelho  R$      32.90  R$      16.45
Deus Marie Drucker  R$      37.90  R$      18.95
Era uma vez um segredo Mimi Alford  R$      37.90  R$      18.95
Não há heróis Mark Owen  R$      32.90  R$      16.45
Um certo verão na Sicília Marlena Blasei  R$      44.90  R$      22.45
Próxima parada: Marte Mary Roach  R$      32.90  R$      16.45
Os 500 Matthew Quirk  R$      42.90  R$      21.45
1940 – Do abismo à esperança Max Gallo  R$      49.90  R$      24.95
Os príncipes encantados também viram sapos Megan Maxwell  R$      39.90  R$      19.95
Vai sonhando! Megan Maxwell  R$      29.90  R$      14.95
Três Melissa Panarello  R$      29.90  R$      14.95
Amor ao pé da letra Melissa Pimentel  R$      32.90  R$      16.45
A queda Michael Connelly  R$      42.90  R$      21.45
Diário da queda Michel Laub  R$      37.90  R$      18.95
Libertada Michelle Knight e Michelle Burford  R$      32.90  R$      16.45
Equador Miguel Sousa Tavares  R$      54.90  R$      27.45
Dois irmãos Milton Hatoum  R$      52.90  R$      26.45
Mulheres francesas não fazem plástica Mireille Guiliano  R$      32.90  R$      16.45
O diário de Guantánamo Mohamedou Ould Slahi  R$      44.90  R$      22.45
O caso dos nove chineses Murilo Fiuza e Ciça Guedes  R$      42.90  R$      21.45
No coração do mar Nathaniel Philbrick  R$      59.90  R$      29.95
Neil Patrick Harris — A autobiografia interativa Neil Patrick Harris  R$      37.90  R$      18.95
Força estranha Nelson Motta  R$      44.90  R$      22.45
Vale tudo — O som e a fúra de Tim Maia (Capa filme) Nelson Motta  R$      52.90  R$      26.45
Montanha sombria Nick Heil  R$      49.90  R$      24.95
Funny Girl Nick Hornby  R$      44.90  R$      22.45
Meu inverno em Zerolândia Paola Predicatori  R$      32.90  R$      16.45
Claude Lévi-Strauss — O poeta no laboratório Patrick Wilcken  R$      47.90  R$      23.95
O leitor de almas Paul Harper  R$      27.90  R$      13.95
O réu e o rei Paulo Cesar de Araújo  R$      37.90  R$      18.95
Depois da Terra Peter David  R$      32.90  R$      16.45
Depois da Terra — A fera perfeita Peter David  R$      44.90  R$      22.45
O método Phil Stutz e Barry Michels  R$      27.90  R$      13.95
Mick Jagger Philip Norman  R$      57.90  R$      28.95
Anatomia de um assassinato Philip Shenon  R$      64.90  R$      32.45
O forte de nove torres Qais Akbar Omar  R$      49.90  R$      24.95
Raro e precioso Raine Miller  R$      32.90  R$      16.45
Intocável — A estranha vida e a trágica morte de Michael Jackson Randall Sullivan  R$      69.90  R$      34.95
Dias perfeitos Raphael Montes  R$      37.90  R$      18.95
Só por hoje e para sempre Renato Russo  R$      34.90  R$      17.45
O tabuleiro dos deuses Richelle Mead  R$      42.90  R$      21.45
Storynhas Rita Lee  R$      39.90  R$      19.95
Uma esposa confiável Robert Goolrick  R$      47.90  R$      23.95
Cinco contra um Beto Silva  R$      39.90  R$      19.95
A arte de pensar claramente Rolf Dobelli  R$      32.90  R$      16.45
Os ossos de Descartes Russel Shorto  R$      44.90  R$      22.45
Carmen: Uma biografia Ruy Castro  R$      72.90  R$      36.45
Estrela solitária Ruy Castro  R$      74.90  R$      37.45
Uma teoria provisória do amor Scott Hutchins  R$      57.90  R$      28.95
Além da conquista Scott Wallace  R$      62.90  R$      31.45
Um amor submisso Sophie Morgan  R$      32.90  R$      16.45
O domínio Steve Alten  R$      52.90  R$      26.45
Ressurreição Steve Alten  R$      59.90  R$      29.95
A invenção das asas Sue Monk Kidd  R$      32.90  R$      16.45
Amigo secreto Sylvia Day  R$      29.90  R$      14.95
Ardente | Em chamas Sylvia Day  R$      29.90  R$      14.95
Um desejo selvagem Sylvia Day  R$      29.90  R$      14.95
Um toque de vermelho Sylvia Day  R$      29.90  R$      14.95
Hunter Killer Mark McCurley  R$      39.90  R$      19.95
Meu passado me condena Tati Bernardi  R$      27.90  R$      13.95
A casa que amei Tatiana de Rosnay  R$      37.90  R$      18.95
Um segredo de família Tatiana de Rosnay  R$      37.90  R$      18.95
O sinal Thomas de Wesselow  R$      44.90  R$      22.45
A quarta parte do mundo Toby Lester  R$      59.90  R$      29.95
Sócrates Tom Cardoso  R$      32.90  R$      16.45
Como viver na era digital Tom Chatfield  R$      27.90  R$      13.95
O conde negro Tom Reiss  R$      52.90  R$      26.45
Filha das flores Vanessa da Mata  R$      37.90  R$      18.95
Aprendiz por acaso Vikas Swarup  R$      42.90  R$      21.45
Sua resposta vale um milhão Vikas Swarup  R$      49.90  R$      24.95
À mesa com o diabo Willian Rempel  R$      54.90  R$      27.45
As boas mulheres da China (Bolso) Xinran  R$      27.90  R$      13.95
Sagrada família Zuenir Ventura  R$      37.90  R$      18.95

 

Lojas online:

Companhia das Letras
Saraiva
Fnac
Livraria Cultura
Amazon
Cia. dos Livros
Livraria da Folha

Lojas Físicas:

Aracajú
Livraria Saraiva
– Av. Luiz Gonzaga, 400, Loja 277, 2º Piso — Telefone: (79) 3231-7855

Baruerí
Livraria Saraiva
– Alameda Rio Negro, 111, Piso 2 Loja 301, Alphaville Industrial e Empresarial — Telefone: (11) 3173-3350
— Avenida Piracema, 669, Espaço de Uso Comercial M408/409 — Telefone: (11) 3173-3300

Belém
Livraria Saraiva
— Av. Visconde de Souza Franco, 776, loja 233 — Telefone: (91) 3241-3950

Livraria Leitura
— Travessa Padre Eutíquio nº 1078, Batista Campos — Telefone: (91) 3223-9019

Belo Horizonte
Fnac
— Rodovia BR-356, 3049, Belvedere — Telefone: (31)3878-2000

Livraria Saraiva
— Av. Olegario Maciel, 1600 Lj BG 16/21, Nivel Bernardo Guimarães — Telefone: (31) 3292-9363

Livraria Leitura
— Av. Paraná, 393, Centro — Telefone: (31) 3272-8488
— Rod. BR 356 N°3049 Lj OP51 Belvedere — Telefone: (31) 3263-2700/3263-2712
— Av. Amazonas, 315 Loja 01 Centro — Telefone: (31) 3272-8487
— Av. Cristiano Machado, 4000, Bairro São Paulo — Telefone: (31) 3426-1101/3426-3227
— Av. do Contorno, 6061 Lj 235/236 — Telefone: (31) 3288-3800
— Av. Cristóvão Colombo, 167 Savassi — Telefone: (31) 3287-5206
— Av. Andradas 3000 – Lj 3011 Centro — Telefone: (31) 3241-1810/3241-2712
— Rua Rio de Janeiro 910. Piso GG – lojas 1 a 4 — Telefone: (31) 3271-5260/5282Betim
Livraria Leitura
— R-381 Rod F. Dias KM 493, 60. 3º piso – Loja 3060/3061 — Telefone: (31) 3117-1365Brasília
Fnac
— SAI/SO ÁREA 6580 LUC 149P, – GUARÁ — Telefone: (61)2105-2000Livraria Saraiva
— Edif. Morro Vermelho – Loja 28 – Sala 02 – Térreo SCS – Quadra 1 – Bloco H — Telefone: (61) 3323 4115
— SGAN, EQ 707/907, 708/908 – Centro de Convivencia – Campus UNICEUB — Telefone: (61) 3272-5077
— SAI/SO Area, 6.580 – Loja 256 s/n Park Shopping — Telefone: (61) 3701-7110
— SDN Conjunto A s/n Lojas 2083/2087 — Telefone: (61) 3704-7560
— SCS QD 07 Bl A 1º Pavimento – Lojas P119 e P120 — Telefone (61) 3323-6789
— SCN, Quadra 02 – Bloco D Loja T 163 Piso Térreo – Liberty Mall — Telefone: (61) 3328-0694
— Setor Comercial Norte B, Quadra 05 – s/n Lojas 32S e 38S — (61) 3701-2260Livraria Cultura
— SGCV-Sul, Lote 22, Lj. 4-A, 2º Pav., Park Shop., Bairro Zona Industrial (Guará) — Telefone: (61) 3410-4033
— Lote A da Quadra CA-04, Bloco A, Lj. 101, Térreo, Shop. Center Iguatemi, Centro de Atividades do Setor de Habitações Individuais Norte, Lago Norte — Telefone: (61) 2109-2700Leitura
— Av. Presidente Carlos Luz, 3001 Lj 3073/81 – Caiçara Belo — Telefone: (31) 3415-8050/3415-7970
— Av. Cristiano Machado,11833. Loja 3026 piso 3 — Telefone: (31) 3118-9662
— Rua Prof. Mario Werneck, 1360 Ljs 108 a 112 Buritis — Telefone: (31) 3378-4484 | 3378-8207
— Av. Afonso Vaz de Melo, 640 Lj 201/203/204 Barreiro — Telefone: (31) 3384-4550/3384-4550
— CSB02LT01/04-M Taguatinga Sul — Telefone: (61) 3901-3001
— QNM 34 Área Especial 01 Lojas de 352 à 355 — Telefone: (61) 3491-5030
— STN Conjunto J, Ljs T33/34/35. Térreo — Telefone: (61) 3347-0035
— SDN Cj A Lj C-E – 2º Pavimento. Conjunto Nacional — Telefone: (61) 3901-3005
— SCS QD.7 Bloco A – 2º Pavimento. Loja P238 Asa Sul — Telefone: (61) 3901-3000
— SCE/Sul Trecho 02. Cj 32 loja A-2 – Asa Sul — Telefone: (61) 3901-3009
— QS 01 R 210 Lote 40 Lj 2050/54 Águas Claras — Telefone: (61) 3901-2999
— SHC/AOS EA 2/8, 1 Pav. Terraço Shopping Lt 5Ljs 244 a 248 Octogonal — Telefone: (61) 3901-3003Campinas
Fnac
— Av. Guilherme Campos, 500 – Santa Genebra — Telefone: (19)2101-2000Livraria Saraiva
— Av. Iguatemi, 777 – Shopping Iguatemi Campinas – SUC D 2º Piso — Telefone: (19) 3751-1730
— Rodovia D. Pedro I, Km 131,5 – Loja Luc A168 — Telefone: (19) 3706-1160Livraria Cultura
— Av. Iguatemi nº 777, Ljs. 04 e 05, Quadra 22, Piso 1, Shop. Center Iguatemi Campinas, Vila Brandina — Telefone: (19) 3751-4033Livraria da Vila
— Rod. Dom Pedro I, S/ Nº — Telefone: (19) 3706-1200Livraria Leitura
— Rua Jacy Teixeira Camargo, 940 — Telefone: (19) 3229-7880
— Av. Guilherme Campos nº 500 Loja: SF37B Bairro JD Santa Genebra — Telefone: (19) 3203-6306Campo Grande
Livraria Saraiva
— Avenida Consul Assaf Trad, 4796 – Loja 144 Piso Térreo — Telefone: (67) 3358-2800Livraria Leitura
— Av. Afonso Pena, 4909. Santa Fé — Telefone: (67) 3303-3500

Caxias do Sul
Livraria Saraiva
— Rodovia RSC – 453 – nº 2780 – lj 380 — Telefone: (54) 3223-2999

Cotia
Livraria Saraiva
— Rodovia Raposo Tavares S/Nº – Km 23 – Lojas 236/237 – Shopping Granja Viana — Telefone: (11) 4617-7960

Curitiba
Fnac
— Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 – Barigui — Telefone: (41)2141-2000

Livraria Saraiva
— R. Comendador Aráujo, 731 – Shop. Crystal – Lojas 251,252 e 258 – Bairro Batel — Telefone: (41) 3323-1469
— Av. Candido de Abreu, 127 – Loja CA 36/37/38/39 — Telefone: (41) 3111-2780
— Av. Rocha Pombo s/n° – Área 20 – 3P — Telefone: (41) 3381-1512

Livraria Cultura
— Av. Brigadeiro Franco nº 2300, Salão Comercial 306, 307, 308, 351, 352 e 433, Piso L3, Shop. Curitiba, Centro — Telefone: (41) 3941-0292

Livraria da Vila
— Avenida do Batel, 1868 — Telefone: (41) 3020-3500

Florianópolis
Livraria Saraiva
— Av. Madre Benvenuta 687 – Esp. Comerc.338 A – Sala 02 — Telefone: (48) 3234-3474
— Rua Boacaiuva, 2.468 Loja 130 a 133 — Telefone: (48) 3224-1988

Livros e Livros
— Centro de Cultura e Eventos – UFSC – Campus Universitário UFSC, s/n – Loja 4 – Trindade — Telefone: (48) 3028-6244

Fortaleza
Livraria Saraiva
— Av. Washington Soares, 85 – Lojas 420 a 424 — Telefone: (85) 3241-1986
— Av. Washington Soares, 85 – Loja 68 – Piso Terreo — Telefone: (85) 3241-3632

Livraria Cultura
— Av. Dom Luís nº 1010, Ljs. 08, 09 e 10, Meireles — Telefone: (85) 4008-0800

Goiânia
Fnac
— Av. Jamel Cecilio, 3300 – Jardim Goiás — Telefone: (62) 3612-2000

Livraria Saraiva
— Av. Jamel Cecílio, n° 3300 Piso 03 – Loja T 501 — Telefone: (62) 4011-8100
— Av. Perimetral Norte, n° 8303 – EUC MSU 08 – piso térreo — Telefone: (62) 3210-2363

Guarulhos
Livraria Saraiva
— Rodovia Hélio Smidt, s/nº – Loja T2SU218 – Terminal 2 – Piso Superior – Aeroporto — Telefone: (11) 2445-2408

Livraria da Vila
— Av. Bartholomeu de Carlos, 230 — Telefone: (11) 3728-9110

João Pessoa
Livraria Saraiva
— Rua Manoel Arruda Cavalcanti, 805 – SL 201 B – 1º Andar — Telefone: (83) 2106-6271

Juiz de Fora
Livraria Saraiva
— Av. Independência, n° 3600 – Lojas 212,213,214 — Telefone: (32) 3241-2099

Jundiaí
Livraria Saraiva
— Av. Nove de Julho, 3.333 – Luc 264 – 1º Pavimento – Anhangabaú — Telefone: (11) 4587-5095

Livraria Leitura
— Av. Antonio Fred. Ozanan, 6000 Piso 2 SUC 2102 LT — Telefone: (11) 4521-8835

Londrina
Livraria Saraiva
— Avenida Theodoro Victorelli, 150 EUC Nº MSU 05 Piso Superior — Telefone: (43) 3575-3500

Maceió
Livraria Leitura
— Av Com. Gustavo Paiva, 5945. Piso L2 – Cruz das Almas — Telefone: (82) 3432-7932

Manaus
Livraria Saraiva
— Avenida Mario Ypiranga Monteiro, 1.300 – Espaço de Uso Comercial LSU 08 — Telefone: (92) 3236-9200
— Avenida Santos Dumont, 1.350 – Loja 01 — Telefone: (92) 3652-1952

Livraria Leitura
— Av. Djalma Batista, 482 Parque 10 de Novembro Manaus — Telefone: (92) 3236-4901

Mogi das Cruzes
Livraria Saraiva
— Av. Narcisio Yague Guimarães, 1001 – Lj Arco 518/519 — Telefone: (11) 4723-4550

Mossoró
Livraria Saraiva
— Av. João Escossia, 1.515 – Loja 49 A — Telefone: (84) 3314-0458

Natal
Livraria Saraiva
– Av. Senador Salgado Filho, 2.234 – Loja 218 — Telefone: (84) 3207-6927
— Av. Bernardo Vieira, 3.775 – Loja 327 – Piso L3 — Telefone: (84) 3222-4722

Livraria Leitura
— Av Sen. Salgado Filho, nº 2234 – Candelária — Telefone: (84) 3025-7902,

Niterói
Livraria Saraiva
— Rua Quinze de Novembro, 08 – Primeiro Piso – Ljs 149/150 — Telefone: (21) 2717-6166
— Rua XV de Novembro, 4 – 3º Piso – LUC 3005 — Telefone: (21) 2613-9250

Osasco
Livraria Saraiva
— Av. dos Autonomista 1828 – Luc B02 B03 — Telefone: (11) 3652-0330

Palmas
Livraria Leitura
— Q 107 Norte Avenida NS 5 – Plano Diretor Norte — Telefone: (63) 3215-6521

Pelotas
Livraria Vanguarda
— R. Gonçalves Chaves, 374 – Centro — Telefone: (53) 3027-1234

Porto Alegre
Fnac
— Barra Shopping Sul – Av. Diário de Notícias, 300, entrada G, Nível Jockey, Cristal — Telefone: (51)3396-2000

Livraria Saraiva
— Av. Praia de Belas, 1181 – Lj 29 Shop. Praia de Belas – Loja 05 – 2º Piso — Telefone: (51) 3231-6868
— Rua Olavo Barreto, 36 – Lj 319 3º Piso — Telefone: (51) 3537-7960
— Av. Jão Wallig, 1800 – Loja 2249 – 2º Piso — Telefone: (51) 3328-9954
— Av. Diario de Noticias, 300 – Loja 1022 – Sala 02 — Telefone: (51) 3241-0608
— Rua dos Andradas, 1276 — Telefone: (51) 3224-7292

Livraria Cultura
— Av. Túlio de Rose nº 80, Ljs. 302, 310, 311 e 312, Passo D’Areia — Telefone: (51) 3028-4033

Livraria Mania de ler
— Rua Sertório, 8000, Shopping Center Lar — Telefone: (51) 3051-7029

Porto Velho
Livraria Leitura
— Av. Rio Madeira, 3288 – 1º Piso — Telefone: (69) 3219-3232

Recife
Livraria Saraiva
— Rua Padre Carapuceiro 777 – Piso PE – Lojas 28-B 108-A — Telefone: (81) 3015-5450
— Av. Republica do Libano, 251 – São Comercial 2094/2095 – Parte Integrante do Setor Comercial, 227 – Piso L2 — Telefone: (81) 3327-0102

Livraria Cultura
— Madre de Deus s/n, Pav. Térreo, Lj. E135/136, e 1º andar, Lj. E229, Bairro do Recife — Telefone: (81) 2102-4033
— Av. República do Líbano nº 251, Salão Comercial 2057/2058, Piso L2, Bairro Pina — Telefone: (81) 3256-7500

Livraria Leitura
— Av. Gov. Agamenon Magalhães Nº 153 L4 — Telefone: (81) 3221-0338

Ribeirão Preto
Fnac
— Av. Coronel Fernando Ferreira Leite, 1540 – Jd. Califórnia — Telefone: (16)3238-3000

Livraria Saraiva
— Rua São José, 933 – Shopping Santa Ursula – Lojas 238 a 242 – Salão Comercial — Telefone: (16) 3519-3730
— Av. Presidente Kennedy 1500 – Area Comercial 309 Sala 02 — Telefone: (16) 3519-3370

Livraria Cultura
— Av. Luiz Eduardo de Toledo Prado nº 900, Lj. 2108, Piso Superior, Vila do Golfe — Telefone: (16) 3602-5240

Rio de Janeiro
Fnac
— Av. das Américas, 4666 – Barra da Tijuca — Telefone: (21)2109-2000

Livraria Saraiva
— Rua Sete de Setembro, 73 — Telefone: (21) 3572-7070
— R. Barão De São Francisco, 236 – 1º Piso Lojas 54,55 e 56 — Telefone: (21) 2577-5444
— Rua Do Ouvidor, 98 A — Telefone: (21) 3572-9850
— Avenida Das Américas, 5000 – Luc 103 – Nivel Térreo – Sala 02 — Telefone: (21) 2431-6494
— Rua Lauro Muller, 116 – Loja 301 – Parte C-13-A – 3º Pavimento — Telefone: (21) 2543-7002
— Av. Maracanã, 987 – Lojas 1008,9,10,12 e 13 – Sala 02 – Piso 1 — Telefone: (21) 3872-3477
— Av. Dom Helder Camara 5080 Lj 4503 Piso S — Telefone: (21) 2596-0024
— Av. Presidente Wilson 118 – Pav. Terreo — Telefone: (21) 2262-5301
— Av. Rio Branco, 156 – Lj 26 — Telefone: (21) 3572-7090
— Av. Dom Helder Camara 5.332 Piso S – Lojas 3308 e 3309 — Telefone: (21) 2597-9881
— Av. Nossa Senhora de Copacabana, 766 — Telefone: (21) 3543-1920
— Praia de Botafigo, 400 – Lojas 408/409 — Telefone: (21) 2237-9100

Livraria Cultura
— R. Senador Dantas nºs 45-A e 45-B, Centro — Telefone: (21) 3916-2600

Livraria Leitura
— Av. das Américas, nº 15.500   Lojas 130A a 134A e 141A a 14A. Shopping das Américas — Telefone: (21) 2442-9579
— Estrada do Monteiro, 1200 Campo Grande – Rio de Janeiro — Telefone: (21) 3155-0980
— Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1300 – Piso L2 Barra da Tijuca — Telefone: (21) 3095-9250
— Av Pastor M. Luther King Jr, 126. Bloco 10 – Loja 109 — Telefone: (21) 2583-1689

Rio Grande
Livraria Vanguarda
— R. Gen. Neto, 392 – Centro — Telefone: (53) 2125-1234

Salvador
Livraria Saraiva
— Av. Tancredo Neves , 2915 Loja 2025 B Piso 2 – Sala 2 — Telefone: (71) 3342-7805
— Av. Luiz Viana Filho, 8.544 – Espaço Comercial Loja 232 – Quadra A – Piso L2 — Telefone: (71) 3333-7050
— Av. Centenario S/Nº, Piso 2 Loja 211 — Telefone: (71) 3264-2191
— Av. Tancredo Neves nº148 – Ljs 5 a 10 QDU 2 e 3QDT – 3º Piso — Telefone: (71) 3450-7728

Livraria Cultura
— Av. Tancredo Neves nº 2915, Salão Comercial 2129, Piso L2, Salvador Shop., Caminho das Árvores — Telefone: (71) 3505-9050

Livraria Leitura
— RD BA 526 – 305 – LJ 3027. São Cristovão — Telefone: (71) 3035-6223
— Rua dos Rodoviários s/n Bairro Cabula — Telefone: (71) 3431-5218

Livraria Multicampi
— Rua Rubens Guell,135 — Telefone: (71) 3012-6741
— Praça Castro Alves, S/N – Centro — Telefone: (71) 3013-4759

Santo André
Livraria Saraiva
— Praça Embaixador Pedro de Toledo, 32 – Sala 02 — Telefone: (11) 4993-9393
– Av. Pereira Barreto, 42 – Lj 243/244 – Segundo Piso — Telefone: (11) 4433-4010
— Avenida Industrial, 600 – Loja 09 — Telefone: (11) 4433-4230

Santos
Livraria Saraiva
— Av. Ana Costa, 556 — Telefone: (13) 3285-3310
— Rua Alexandre Martins, 80 – Loja 224 — Telefone: (13) 3278-0160

Livraria Martins Fontes
— Av. Dona Ana Costa, 530 – Gonzaga — Telefone: (13) 3289-5657

São Bernardo do Campo
Livraria Saraiva
— Praça Samuel Sabatini, 200 – Lj 258/261 — Telefone: (11) 4122-0780
— Avenida Rotary, 624 Luc 2061/2062 – Piso L2 — Telefone: (11) 4128-1430

São Caetano do Sul
Livraria Saraiva
— Alameda Terracota, 545 – Luc 1042/1043/1044 – Nivel Terreo — Telefone: (11) 4233-3550

São José do Rio Preto
Livraria Saraiva
— Av. Brigadeiro Faria Lima, 6363 – Shopping Rio Preto – Box 110 e 111 BL B Sala 02 — Telefone: (17) 3201-2080

Livraria Leitura
— Av. Pres. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 5000 lj 2036/2040-A. Iguatemi Rio Preto — Telefone: (17) 3234-9590

São José dos Campos
Livraria Saraiva
— R. Dep. Benedito Matarazzo, 9403 – Lj G1 – Piso Dutra — Telefone: (12) 3519-4480

São Luis
Livraria Leitura
— Av. Prof. Carlos Cunha, 1000. Lojas 371 e 374B – São Luis Shopping — Telefone: (98) 3251-3984
— Av. Daniel De La Touche, 987. LJ 302A Bairro Cohama — Telefone: (98) 3246-6300

São Paulo
Livraria Martins Fontes Paulista
— Av. Paulista, 509 — Telefone: (11) 2167-9900

Fnac
— Av. Paulista, 901 Térreo Mez. e 1º subsolo, Bela Vista — Telefone: (11)2123-2000
— Av. Roque Petroni Júnior, 1089 – Vila Gertrudes — Telefone: (11)3206-2040
— Praça dos Omaguás, 34 – Pinheiros — Telefone: (11)3579-2000

Livraria Saraiva
— Praça da Sé, 423 – Sala 02 PDJ Mendes 137/145/5 – Sé — Telefone: (11) 3111-5130
— Rua São Bento, 192/196 – Sala 02 — Telefone: (11) 3111-5150
— Av. Roque Petroni Jr, 1089 – Shopping Morumbi – Luc 63 C-D-1 – Sala 02 — Telefone: (11) 5171-7280
— Rua Augusta, 2843 — Telefone: (11) 3896-3350
— Rua Maria Antônia, 328 – Sala 02 — Telefone: (11) 3122-6630
— Av. Interlagos, 2255 – Loja 61 – Sala 02 Shopping Interlagos — Telefone: (11) 5564-8780
— Av. Rebouças, 3970 – Shopping Eldorado – 1º Piso – Lojas 237E e 238E — Telefone: (11) 3030-9750
— Av. Ibirapuera, 3103 – Shopping Ibirapuera – Loja 145 – Piso Moema — Telefone: (11) 5090-1780
— Travessa Casalbuono, 120 – Shopping Center Norte – Suc nº 414 — Telefone: (11) 2089-6250
— Av. Regente Feijó, 1739 – Shop. A Franco – LUC OQ 49/50 – Nivel Orquidea — Telefone: (11) 2076-4470
— Rua Joaquim Floriano, 466 – Ljs 1,2,3,4 – Sala 02 — Telefone: (11) 3074-0360
— Av. Conselheiro Moreira de Barros 2780 loja 3032 – Sala 02 — Telefone: (11) 3122-6670
— R. Treze de Maio 1947 – Loja 4011/4012 – Sala 02 — Telefone: (11) 3141-5250
— Praça Leonor Kaupa a100 – Loja 128 – 128A – 128B – SL 2 — Telefone: (11) 5067-1950
— Av. Giovanni Gronchi 5819 – Loja 234 – 234A – 237C — Telefone: (11) 3740-1800
— Av. Higienopolis, 618 – Arco 326 — Telefone: (11) 3660-0200
— Rua Olimpiadas, 360 – Luc 416 – 3º Piso — Telefone: (11) 3046-7430
— Rua Barão de Itapetininga, 227 — Telefone: (11) 3122-6610
— Av. Cruzeiro do Sul, 1100 – 2º Piso Ljs. 2016 a 220 — Telefone: (11) 3311-4150
— Rua Domingos de Moraes, 2.564 – Loja 1/2 — Telefone: (11) 5904-1530
— Av. Antártica, 380 – Arco 3112 Bloco A Lj. 56 — Telefone: (11) 3803-5970
— Rua Domingos Agostim, 91 Lojas 201/202/203 — Telefone: (11) 2056-6100
— Av. das Nações Unidas, 22540 Lj. R42 — Telefone: (11) 5525-8130
— Rua Capitão Pacheco Chaves, 313 – Loja 2043 – Piso L2 — Telefone: (11) 2915-2200

Livraria Cultura
— Av. Paulista nº 2073, Pav. Térreo, Lj. , Cerqueira Cesar — Telefone: (11) 3170 4033
— Av. das Nações Unidas nº 4777, Lote A, Ljs. nºs 245 e 246, Lapa — Telefone: (11) 3024-3599
— Av. Doutor Chucri Zaidan nº 902, Ljs. 222, 223, 224A, 224B, 224, Piso 1, Shop. Market Place, Vila Cordeiro Brooklin — Telefone: (11) 3474-4033
— R. Turiassú nº 2100, Ljs. 211, 212, 213 e 214, 2º Pav., Bourbon Shop. Pompeia, Pompeia — Telefone: (11) 3868-5100
— Av. Brigadeiro Faria Lima nº 2232, Piso 3 e 4, Lj. X, 34E, Pinheiros — Telefone: (11) 3030-3310

Livraria da Vila
— Av. Moema, 493  (11) 5052-3540 — Telefone: (11) 5052-3540
— Rua Fradique Coutinho, 915 — Telefone: (11) 3814-5811
— Alameda Lorena, 1731 — Telefone: (11) 3062-1063
— Av. Magalhães de Castro, 12000 — Telefone: (11) 3755-5811
— Av. Higienópolis, 618 — Telefone: (11) 3660-0230
— Av. Juscelino Kubitschek, 2041 — Telefone: (11) 5180-4790

Livraria Nobel
— Shopping Center Penha – R. Dr. João Ribeiro, 304 – Penha de Franca — Telefone: (11) 2095-8280

Sorocaba
Livraria Saraiva
— Av. Gisele Constantino, 1870 – Lj 502/503 Piso Térreo — Telefone: (15) 3231-2966
— Avenida Gisele Constantino, 1.850 – Loja 255 – Piso Sorocaba – Votorantim — Telefone: (15) 3353-7510

Taubaté
Livraria Leitura
— Av. Charles Schnneider, 1700 Vila Costa — Telefone: (12) 3631-1410

Teresina
Livraria Leitura
— Av. Marechal Castelo Branco, 911 Piso L3 Lj 303 R — Telefone: (86) 3217-3269

Uberlândia
Livraria Saraiva
— Av. João Naves de Avila, 1331 loja 1.268 — Telefone: (34) 3210-1068

Vila Velha
Livraria Saraiva
— Av. Carioca, 353 – Loja Suc 216 – Piso L2 — Telefone: (27) 3349-9151
— Av. Luciano das Neves, 2.418 – Loja 2042 – Piso L2 — Telefone: (27) 3311-1150

Vitória
Livraria Saraiva
— Av. Américo Buaiz , 200 – Loja 210 — Telefone: (27) 3335-1210

Vitória da Conquista
Livraria Multicampi
— Rua Siqueira Campos, 350 — Telefone: (71) 3421-5540