Links da semana

Curiosidades:

  • 10 conselhos de Carlos Drummond de Andrade a um escritor iniciante (Michel Laub)
  • O tumblr Eu te dedico coleciona fotos de livros com dedicatórias. Na revista Bula, Marcelo Franco fala sobre a importância dessas poucas linhas que tornam um livro tão especial.
  • “O espaço evocado nos romances de Amado ― a capital da Bahia, o coração de Salvador, de Ilhéus e outros lugares ― é tão vivo quanto os personagens que os habitam.” Em texto de 2008, Milton Hatoum exalta a obra de Jorge Amado. (Revista O Viés)
  • O IMS promove um bate-papo sobre fotografia seguido de workshop com câmeras de lomografia. No próximo domingo, na Livraria Travessa de Ipanema. (Blog do IMS)
  • Fotos de 50 estantes incríveis (Ceresmodo)
  • Josélia Aguiar fala sobre Patience, documentário sobre W.G. Sebald (Livros Etc)
  • Nosso colunista e tradutor Érico Assis mostrou suas estantes para o site Pipoca e Nanquim.
  • Rick Gekoski critica a obsessão por livrarias bonitas: para ele, a seleção de títulos é o que importa (The Guardian)
  • O jeito como guardamos os livros nas estantes hoje (de pé, com a lombada para fora) pode parecer óbvio, mas não foi sempre assim: em outras épocas já foi comum guardar os livros na horizontal, e até mesmo com a lombada para dentro da estante. (The Paris Review)

Notícias:

  • Milton Hatoum vai coordenar uma oficina gratuita de escrita de romance na Biblioteca Pública do Paraná (ParanáOnline)
  • A peça Dona flor e seus dois maridos reestreou em São Paulo com Fernanda Vasconcelos como protagonista. (Folha)
  • A biografia de Getúlio Vargas que Lira Neto lançará em maio trará o discurso de formatura que Vargas fez aos 25 anos, no qual critica o cristianismo e a condição da mulher na época. (Radar on-line)
  • Faleceu semana passada Barney Rosset, um dos editores americanos mais importantes do século 20. Ele foi responsável pela publicação de D.H. Lawrence, Henry Miller e William S. Burroughs nos EUA, entre outros. (Los Angeles Times)
  • Nosso editor André Conti inaugurou um blog sobre videogames chamado Jogatina.
  • Foram anunciados os finalistas do 2012 Best Translated Book Awards, e entre eles está Os leopardos de Kafka, de Moacyr Scliar, traduzido para o inglês por Thomas O. Beebee.

Resenhas:

  • Neve, de Orhan Pamuk: “Neve trata, antes de tudo, de pessoas e de poesia, da identidade em crise de um povo.” (Uiara, Carta Potiguar)
  • O Rio é tão longe, de Otto Lara Resende: “as cartas de Otto fazem o leitor comprovar não apenas o ‘frasista brilhante’ que ele foi: elas também revelam um Otto ‘endiabrado’, sedento por escrever e receber cartas, sua maneira de conversar à distância.” (Rafael, Terra Magazine)
  • O caderno vermelho, de Paul Auster: “Auster parece dizer que muito do ofício do escritor está em ser um bom observador. Ele vai usando o que vê da forma que acha melhor, seja na criação de uma personagem, seja simplesmente em um diálogo perdido entre outros tantos.” (Anica, Meia Palavra)
  • O livro selvagem, de Juan Villoro: “Tito trata os livros como se fossem seres vivos e, muitas vezes, eles o são nesta narrativa, chegando ao ponto de mudar seu próprio texto quando lido por pessoas diferentes, escolher o seu leitor, mudar de lugar nas prateleiras, entre outros.” (Lygia, Brincando com livros)
  • O Estado como obra de arte, de Jacob Burckhardt: “mais que a arte em si, Jacob Burckhardt mostra as dinâmicas usadas por estes estadistas para coisas como controle da população, arrecadação de moeda, distribuição de víveres e controle imobiliário.” (Kika, Meia Palavra)
  • Jimmy Corrigan, de Chris Ware: “O autor tem todo o cuidado para maximizar as sensações que permeiam a trama, e faz isso através de recursos gráficos que não seriam possíveis no cinema ou mesmo na literatura em prosa.” (Vinícius, Contra-argumento)
  • O Palácio de Inverno, de John Boyne: “Quando terminei a leitura, senti que conhecia essas duas personagens como conheço minha própria família e não consigo pensar em um  elogio maior para um autor e sua obra.” (Marina, Minha vida por um livro)

3 Comentários

  1. paulo henrique disse:

    I Concurso Literário “O Velho Matemático”

    Entrega dos trabalhos: até 31 de agosto de 2012.
    Entrega dos prêmios: 17 de setembro de 2012.

    REGULAMENTO

    Art. 1º – O escritor Paulo Henrique da Costa Gonçalves, em parceria com a Livraria da Rodoviária de Brasília, leva a efeito, no ano de 2012, o I Concurso Literário “O Velho Matemático” – Concurso de Contos, como forma de promover a criatividade no campo do texto em prosa, de incentivar o aparecimento de novos valores e de divulgar a obra “O Velho Matemático”.

    Art. 2º – Para o Concurso de 2012, os prêmios são atribuídos na modalidade CONTOS.
    2.1 – Texto em prosa, inédito, tema livre, com os limites entre 1 e 5 páginas digitalizadas, em formato A4, Fonte 12 e separação entre linhas de 1,5.

    Art. 3º – Prêmios
    3.1 – Serão premiados os dois melhores trabalhos da seguinte forma:
    a) R$ 500,00 para o primeiro lugar.
    b) R$ 250,00 para o segundo lugar.
    3.2 – Caso o contemplado tenha adquirido o livro “O Velho Matemático” os valores dos prêmios serão:
    a) R$ 2.000,00 para o primeiro lugar.
    b) R$ 400,00 para o segundo lugar.
    3.3 – A critério do escritor Paulo Henrique da Costa Gonçalves os 10 melhores escritores serão convidados para a publicação de uma obra literária no primeiro semestre de 2013.
    3.3.1 – Os convidados não pagarão nenhum valor pela edição da obra.
    3.3.2 – Os convidados receberão 50 (cinquenta) exemplares a titulo de direitos autorais.
    3.3.3 – A tiragem única será de 1.000 exemplares.

    Art.º 4º – Apresentação dos trabalhos.
    4.1 – Os trabalhos serão obrigatoriamente apresentados na língua portuguesa.
    4.2 – Os trabalhos concorrentes deverão manter-se inéditos até a divulgação do resultado.
    4.3 – Os trabalhos deverão ser entregues até o dia 31 de agosto de 2012, pelo correio ou pessoalmente na Livraria da Rodoviária de Brasília, Plataforma Superior da Rodoviária do Plano Piloto, Brasília/DF – CEP: 70803-190 (ao lado do Conjunto Nacional).
    4.4 – Os originais dos trabalhos deverão ser entregues em envelope lacrado com três exemplares, identificados com pseudônimo e com a indicação “I Concurso Literário O Velho Matemático”.
    4.5 – Cada trabalho (conjunto dos 3 exemplares) será acompanhado de um envelope menor, lacrado, contendo no exterior o pseudônimo do autor e no interior, os seguintes elementos: nome, idade, telefone, endereço eletrônico e nota fiscal ou recibo no caso da premiação do item 3.2.
    4.6 – O nome próprio do concorrente não pode constar em lugar algum, a não ser no envelope menor mencionado no ponto 4.5 deste artigo.

    Art. 5º- Só serão abertos os envelopes menores relativos aos trabalhos premiados, após decisão do júri.

    Art.º 6º- Os prêmios serão atribuídos por um júri de seleção, que avaliará todas as composições literárias concorrentes.
    6.1 – O júri será constituído pela Srta. Liliane Ramos Helcias e pelos escritores Paulo Henrique Costa Gonçalves e João Henrique Nunes Gonçalves, autores do livro O Matemático e Suas Histórias.
    6.2 – após lerem os trabalhos os jurados se reunirão uma única vez para a tomada de decisão.
    6.3 – A atribuição dos prêmios será decidida por maioria de votos.
    6.4 – Não haverá recurso da decisão do júri.

    Art. 7º Divulgação dos Prêmios.
    7.1 – A decisão do júri será tornada pública e divulgada no dia 17 de setembro de 2012, às 10 horas, na Livraria da Rodoviária de Brasília, data em que serão abertos os envelopes menores dos contemplados.
    7.2 – A presença do recibo ou nota fiscal no envelope menor habilitará o contemplado a receber o prêmio de acordo com o item 3.2.
    7.3 – a ausência de recibo ou nota fiscal não poderá ser suprida após a abertura do envelope menor.

    Art. 8º – O prêmio ficará disponível a partir do dia 17 de setembro de 2012, na Livraria da Rodoviária.
    8.1 – Os vencedores serão comunicados e poderão escolher receber o prêmio através de deposito em conta corrente.

    Art. 9º – Considerações Finais.
    9.1 – Os vencedores concordam com a divulgação do nome e do trabalho na internet e/ou em outros meios de comunicação que se fizerem necessários para a boa divulgação do resultado do I Concurso Literário O Velho Matemático.
    9.2 – Uma vez entregues os trabalhos, considera-se que os concorrentes conhecem e aceitam as cláusulas do presente “Regulamento”.
    9.3 – Caberá a Livraria da Rodoviária receber a documentação, guardar em lugar seguro os envelopes menores do item 4.5, e acompanhar a entrega dos prêmios aos vencedores.
    9.4 – Na eventual falta em estoque do livro “O Velho Matemático” o mesmo poderá ser substituído por um dos seguintes títulos: “O Matemático e Suas Histórias” ou “O Sábio, o Sonhador e o Contador de Histórias”
    9.4 – Os casos omissos e as dúvidas de interpretação deste “Regulamento” serão resolvidos pelo Júri.
    9.5 – Em Brasília o livro poderá ser adquirido por R$ 20,00 na Livraria da Rodoviária de Brasília.
    9.5.1 – Em outros estados o livro poderá ser adquirido por R$ 22,00 com o autor pelo email: paulohcgoncalves@gmail.com
    9.6 – Regulamento e informações através do site “O velho Matemático” http://phosfa.no.comunidades.net/index.php ou com o autor através do email: paulohcgoncalves@gmail.com

  2. Olha ai mãe :D Estivemos nos links da semana

  3. Flávia Cardoso disse:

    Que demais as estantes do Érico!
    Não leio Graphic Novels com muita frequência, mas vendo as estantes do Érico e depois de entrar um dia desses no site do Craig Thompson, estou louca para ler “Retalhos”.
    Abraços,
    Flávia.

Deixe seu comentário...