Links da semana

Links da semana

Nesta semana, a revista Time colocou Jonathan Franzen em sua capa. A notícia atraiu ainda mais atenção que o normal por ele ser o primeiro escritor a receber tal exposição em uma década. Você pode ler mais sobre Jonathan Franzen no blog Casmurros, enquanto a revista The Millions fala sobre os outros autores que já apareceram em capas da Time. A Companhia lançará Freedom, de Franzen, em 2011.

Para quem não pôde ir à Bienal do Livro de São Paulo para assistir as mesas redondas, a organização está colocando vídeos dos encontros no seu canal do YouTube. Falando na Bienal, se você nos enviar uma foto sua com o pinguim ou a geladeira dos Clássicos que estão lá (e também em algumas outras lojas), você concorre a um kit do selo Penguin-Companhia das Letras. Aliás, os editores André Conti e Matinas Suzuki deram uma entrevista ao Cultura News sobre a nossa parceria com a Penguin.

A Unisinos abriu as inscrições para seu curso à distância sobre a trajetória do livro e da edição.

O Rafael, do blog O Espanador, falou sobre Ficção, quadrinho de oito páginas de Gabriel Bá que a Companhia distribuiu em Paraty. Amanhã tanto Bá quanto os escritores que aparecem na história estarão na Mercearia São Pedro com as cópias restantes do impresso.

Em novembro a Companhia lança um álbum de tiras de Rafael Sica, e você pode conferir o trabalho do artista em seu site. O Mauro, do O Bule, resenhou a graphic novel Cachalote, e avisa que vai sortear o exemplar no blog.

Uma adaptação de Dois irmãos, do escritor brasileiro Milton Hatoum, estreará como minissérie da Globo em setembro. Sérgio Rodrigues, do Todoprosa, fala sobre um gráfico interativo que mostra as relações de amizade e influência entre escritores como Ian McEwan e J.G. Ballard.

A editora Lilia Moritz Schwarcz conversou com o historiador Robert Darnton sobre o racismo e a identidade nacional no Brasil, e o texto foi publicado no New York Review of Books.

O remake americano de Os homens que não amavam as mulheres encontrou sua protagonista: Rooney Mara, que já havia trabalhado com o diretor David Fincher, interpretará Lisbeth Salander. No Guia de Leitura, o Ricardo resenhou a trilogia O tempo e o vento, de Erico Verissimo.

Geekosystem mostra como são as telas do Kindle e do iPad sob um microscópio, e um estudo indica que pop-ups não são tão educativos quanto livros infantis normais.

A Taize resenhou Haroun e o mar de histórias, de Salman Rushdie, no blog Ambrosia. O Felippe, do Meia Palavra, leu Liquidação, de Imre Kertézs, e a Amanda, do The Sun Sets, fala de Toni Morrison e, mais especificamente, de seu livro Compaixão.

John Boyne, o autor de O menino do pijama listrado, veio ao Brasil para lançar O Palácio de Inverno, e está escrevendo em seu blog sobre a viagem.

O site Postertext tem pôsteres muito bonitos que usam o texto de um livro para formar uma imagem relacionada à trama. E, para terminar,  veja a história em quadrinhos que Joe Sacco fez para o New York Times sobre os problemas que um cachorro pode trazer a um quadrinista. Notas sobre Gaza, que ganhou um prêmio Eisner este ano, será publicado pela Companhia em setembro.

Links da semana

Durante a Flip, Rafael Coutinho fez uma história em quadrinhos sobre a visita de Robert Crumb e Gilbert Shelton para a Folha de S. Paulo. Enquanto dava uma entrevista, no dia em que a história foi publicada, os dois quadrinistas americanos passaram pelo local, e Crumb elogiou o quadrinista brasileiro com um “good job!”. Rafael Coutinho aparece em um vídeo do site IdeaFixa com seu pai, Laerte, falando sobre os trabalhos e influências dos dois.

No Meia Palavra, a Kika leu Coleção de areia, do Italo Calvino, a Dindii falou de O Complexo de Portnoy, de Philip Roth, e a Anica resenhou O beijo de Lamourette, de Robert Darnton. Darnton veio ao Brasil para a Flip, e foi entrevistado pelo Opera Mundi.

A Kelly, do blog da Livraria Cultura, falou sobre o novo livro de Giannetti, A ilusão da alma. Aliás, a Livraria Cultura lançou um portal bem legal com notícias e entrevistas.

O blog americano Read Write Web listou cinco vantagens do e-book sobre o livro impresso, mas também apresenta cinco vantagens que o impresso ainda tem sobre o digital.

O Marcelo, do Barulho Digital, recomenda Jimmy Corrigan, de Chris Ware, enquanto Renato, do Miolão, gostou da graphic novel Retalhos, de Craig Thompson.

O Eric, do Aguarrás, resenhou O único final feliz para uma história de amor é um acidente, de J.P. Cuenca. O autor estará na Livraria da Travessa de Ipanema esta sexta-feira para o lançamento do livro.

Caetano Galindo e Christian Schwartz, tradutores Atravessar o fogo, deram uma entrevista sobre as dificuldades de traduzir as letras de Lou Reed. E o Marcelo, do Scream & Yell, escreveu sobre o dia que passou com Robert Crumb em São Paulo.

Os organizadores pedem para avisar que o curso “Publishing Management: O Negócio do Livro”, da FGV de Botafogo, está com as matrículas abertas para as aulas que começam dia 11 de setembro. Clique aqui para saber mais sobre o curso.

A Companhia lança a terceira parte de Seu rosto amanhã em setembro, e o Letras Libres fez uma entrevista com o autor, Javier Marías.

O Thiago Augusto, do blog O que Dr. House diria? falou do romance policial A caixa vermelha, de Rex Stout. O Clayton, do blog Sentidos no Azul, recomenda Hiroshima, da coleção Jornalismo Literário. E o Paulo comentou em seu blog a leitura de Paisagem com dromedário, de Carola Saavedra.

O Google calculou que existem por volta de 130 milhões de títulos publicados no mundo, e o Gizmodo mostra quais são os artigos da Wikipedia que causam mais rixas. O site i love typography publicou um artigo sobre a origem do alfabeto.

A Livraria Cultura começou a vender o ereader Alfa, da Positivo, e todos que comprarem o aparelho poderão fazer o download gratuito do clássico da Penguin-Companhia O príncipe, de Maquiavel.

Christopher Hitchens escreveu na Vanity Fair sobre sua batalha contra o câncer. O autor Don DeLillo, que não costuma dar entrevistas, falou com o The Guardian. E a tradutora Ivone postou em seu blog uma reflexão sobre a fidelidade e a fluidez na hora de traduzir livros.

O Danilo, do blog Literatura de Cabeça, falou sobre O menino do pijama listrado. O autor, John Boyne, estará na Bienal do Livro de São Paulo lançando seu novo livro, O Palácio de Inverno.

O site da NPR, rádio americana, indica a leitura de Pelos olhos de Maisie, de Henry James, que acabou de sair pelo selo Penguin-Companhia. O Lazaro, do Aviso em Dois, fala sobre História do medo no ocidente. E a Andreia, do jornal A Tarde, resenha a coletânea Poemas escolhidos de Gregório de Matos, que a Companhia acabou de lançar.

Para terminar, Bryan Lee O’Malley mostrou algumas fotos dos bastidores do filme de Scott Pilgrim (aliás, o autor posta muitas informações sobre o filme e o videogame no seu twitter), e Lourenço Mutarelli falou ao Suplemento Cultural de Pernambuco sobre seu retorno aos quadrinhos.

Links da semana

A editora Lilia Moritz Schwarcz com Robert Darnton em frente à Casa dos Clássicos.

A Companhia das Letras já está na FLIP. Depois da muita preparação, a Casa dos Clássicos está aberta para visitação. Se você estiver em Paraty, passe lá!

Falando em Penguin, no blog da editora há um post comemorando seu aniversário de 75 anos.

O jornal Deutsche Welle fala do sucesso internacional de Cornelia Funke, que está ajudando a difundir a literatura alemã pelo mundo. O juvenil Morte de tinta, último livro da trilogia de sua autoria, será lançado em meados de agosto.

A equipe do Meia Palavra resenhou O Evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago. Também no Meia Palavra, o Luciano falou do livro de J.P. Cuenca para a coleção Amores Expressos, O único final feliz para uma história de amor é um acidente.

O Estadão pesquisou sobre o caminho percorrido por 60 escritores brasileiros até conseguirem ser publicados, e o escritor Ernesto Sabato foi homenageado com um documentário dirigido pelo próprio filho.

Na Gazeta do povo você pode ler a história da Itiban Comic Shop, loja de quadrinhos curitibana do casal Utrabo, e no blog Devoradora de livros há uma resenha de Meio sol amarelo, de Chimamanda Ngozi Adichie.

Uma família americana conseguiu recuperar sua casa, que ia a leilão, graças a um exemplar de Action Comics #1 (revista com a primeira história do Superman) encontrado no porão.

A Fernanda, do Algumas Observações, resenhou Dias e Dias, de Ana Miranda. O Marcelo, do Homem comum, leu Uma história da leitura, de Alberto Manguel, e a Lilla recomenda em seu blog Por um fio, de Drauzio Varella. A Companhia acabou de lançar seu novo livro, A teoria das janelas quebradas.

O Guardian se pergunta se todos os livros voltados para o público jovem feminino realmente precisam usar tanto rosa.

Um homem de 64 anos foi escolhido como o mais parecido com Ernest Hemingway por um concurso na Flórida, e Cadorno, do Ambrosia, resenhou Cachalote, de Daniel Galera e Rafael Coutinho.

Shane Salerno, roteirista de Hollywood, pesquisa J.D. Salinger há seis anos, e encontrou uma foto até então nunca vista do misterioso escritor.

E, para terminar, o blog Casmurros, inspirado na lista da New Yorker de 20 escritores com menos de 40 anos, resolveu fazer uma lista de autores brasileiros seguindo as mesmas regras.

Links da semana

Os primeiros títulos da Penguin-Companhia das Letras foram lançados essa semana, e desde ontem o site especial da parceria está no ar. O site Veja Meus Livros falou com dois professores sobre a importância de ler O príncipe mesmo séculos após sua criação.

O Alessandro, do Livros e Afins, recomenda um site de quadrinhos para bibliotecários e uma lista de 102 filmes inspirados em literatura brasileira.

Falando em filmes, há quatro atrizes cotadas oficialmente para o papel de Lisbeth Salander na adaptação americana de Millennium, e a graphic novel Um contrato com Deus, de Will Eisner, será filmada para o cinema.

A revista O Viés resenhou Diplomacia suja, livro de Craig Murray sobre os anos que passou como embaixador britânico no Uzbequistão. A Gabriela, do blog Divagações, falou de A noite escura e mais eu, de Lygia Fagundes Telles, e a Carla, do blog Homem Nerd, leu Incidente em Antares, de Erico Verissimo.

O jornal The Guardian tem um ensaio sobre a presença da tecnologia na literatura. O músico Elton John está envolvido na adaptação de A revolução dos bichos para um musical, e o Nas trilhas da literatura fala sobre o premiado ilustrador Roger Mello.

Um vídeo que mistura Jane Austen e Clube da Luta apareceu na internet, mostrando Elizabeth, Emma e outros personagens descontando suas frustrações através da violência. O vídeo ainda por cima imita cenas que aparecem no trailer do filme original.

A Folha de S. Paulo publicou um ensaio inédito de Mark Twain sobre entrevistas de jornais. Ronaud escreveu em seu blog sobre o livro O universo elegante, do astrofísico Brian Greene, e o Luís, do Literatura e Cinema, falou sobre Leite derramado, de Chico Buarque.

O professor e crítico literário Alfredo Monte resenhou em seu blog o livro Andando na sombra, da ganhadora do Nobel Doris Lessing. O Gilnei falou de A invenção dos Direitos Humanos, da historiadora Lynn Hunt, e o Claudio escreveu sobre a graphic novel Cachalote no portal Bonde.

O blog eBook Reader interpreta o comunicado da Amazon sobre o aumento nas vendas de e-books e, para terminar, a Talita conta como visitar o depósito da Companhia das Letras com pai, durante a infância, a influenciou a trabalhar no meio editorial.

Links da semana

Scott Pilgrim e Ramona Flowers na SP Comic Fair.

Se você mora em São Paulo, uma boa notícia: a seção Circulante da Biblioteca Mário de Andrade reabriu hoje, com mais de 42 mil livros que podem ser consultados ou emprestados. Veja a programação de abertura aqui.

Para quem gosta de ouvir a voz de escritores, a Universidade de Virgínia disponibilizou diversos trechos das aulas de Faulkner na instituição entre 1957 e 1958. Vinte autores, entre eles Orhan Pamuk e T.S. Eliot, lêem trechos de livros — os seus próprios ou de outras pessoas. E David Foster Wallace fala sobre arte, cultura pop e mais no The Takeaway.

O blog Casmurros tem um bom post sobre Raymond Carver. Uma edição com 68 contos do autor americano será publicada pela Companhia no final de agosto.

O quadrinista Rafael Coutinho deu uma entrevista para o site Puro Pop, e Lourenço Mutarelli estará na Itiban Comic Shop, em Curitiba, nesta sexta-feira.

A adaptação cinematográfica americana de Os homens que não amavam as mulheres ainda não escolheu sua Lisbeth, mas já ganhou previsão de estreia: dezembro de 2011.

Almir de Freitas mostra em seu blog moleskines de vários ilustradores, a revista Zupi tem fotos de esculturas feitas com livros, e o blog Quero morar em uma livraria sugere um marcador de páginas luminoso.

O escritor Joca Terron fez em seu blog um Dicionário Bolaño, com trechos de depoimentos do escritor sobre diversos assuntos. No blog Meia palavra você lê uma resenha da primeira parte de 2666.

Salman Rushdie, que vem para a Flip deste ano, diz que está escrevendo um livro sobre a década que passou fugindo por causa da sentença de morte que recebeu do Irã após publicar Os versos satânicos.

Em seu blog, Pedrita falou de Cisnes selvagens, de Jung Chang, e o Mundo Livro tem uma resenha de O acidente, de Ismail Kadaré.

Petê Rissatti entrevista em seu site João Azenha Júnior, professor de Linguística da USP e tradutor de, entre outros, O mundo de Sofia. A Luciana resenhou O pássaro raro, também de Jostein Gaarder — que, aliás, vai participar da Bienal do Livro de São Paulo no mês que vem para lançar seu novo livro, O castelo nos Pirineus.

Uma polêmica ronda cofres até hoje não abertos com materiais pertencentes a Kafka, e 27 livros de contos de autores do Rio Grande do Sul disputam o Campeonato Gaúcho de Literatura.

No site Artilharia Cultural, Tauil resenha Essa história está diferente. Lima Neto leu A humilhação, de Philip Roth, e a Carla fala da biografia Olga no blog Homem Nerd.

Para terminar, Tony Bellotto, nosso colunista de sexta-feira, respondeu 10 perguntas e meia, e a jornalista Raquel Cozer desabafa em seu blog sobre o problema de trabalhar rodeada de livros.