Notícias

Bom fim de ano, nos vemos em 2014!

There are some books one can't put down…..

O blog entra em recesso a partir de hoje, mas não sem deixar um presente para todos os nossos leitores: e-books gratuitos de John Boyne e Cornelia Funke!

Mundo de tinta: contos, de Cornelia Funke
Três contos inéditos que se passam no Mundo de Tinta contam o que aconteceu com alguns personagens depois do desfecho da história de Mo e de sua filha Meggie. Um presente para todos os fãs que estavam com saudades desse universo de fantasia que já conquistou milhares de leitores no Brasil.
• Download direto em formato mobi: http://goo.gl/VLsaHF
• Download direto em formato epub: http://goo.gl/DCpj0r
• Kobo: http://store.kobobooks.com/pt-BR/ebook/mundo-de-tinta
• Amazon: http://www.amazon.com.br/dp/B00HFEAQFI/

Dia de folga: um conto de Natal, de John Boyne
Neste conto breve e melancólico, John Boyne (autor do best-seller O menino do pijama listrado) acompanha o dia de folga de um jovem soldado inglês e seus companheiros, que passam a véspera de Natal em uma das trincheiras da Primeira Guerra Mundial. Enquanto relembra os natais da infância e o conforto do seu lar, ele vê e ouve as bombas alemãs caindo a sua volta. Em meio a um dos piores conflitos do século XX, o jovem irá vivenciar um espírito natalino muito diferente do que estava acostumado.
• Download direto em formato mobi: http://goo.gl/IgCRkz
• Download direto em formato epub: http://goo.gl/ww239k
• Kobo: http://store.kobobooks.com/pt-BR/ebook/dia-de-folga
• Amazon: http://www.amazon.com.br/dp/B00HFEAQ7Q/

Boas Festas a todos!

Ettore Bottini (1948 – 2013)

Por Luiz Schwarcz


Equipe Companhia das Letras em 1987. Abaixo, ao centro, Bottini

Um dos grandes responsáveis pela cara que a Companhia das Letras tem até hoje acaba de falecer. Ettore Bottini acompanhou os primeiros passos da editora que dirijo, foi peça-chave na determinação do modelo gráfico dos primeiros livros, tanto das capas como do miolo. Não sei dizer quantas das nossas melhores capas passaram por suas mãos. Centenas talvez. Há tempos deixou de trabalhar conosco e por um desses descuidos da vida e do destino, perdemos contato. Vivemos juntos grandes alegrias e desafios. Estive próximo do Ettore em momentos delicados de sua saúde, mas só soube que ele estava doente quando já era tarde demais. Ettore foi vítima da mesma morte que matou meu pai. Uma operação para a troca de uma válvula do coração, seguida de muita perda de sangue, e paradas cardíacas sucessivas.

Sinto muito pela perda para a família, e para todos os amigos que deixou.

A Companhia das Letras não seria o que é sem seu design sofisticado, e sem a generosidade do seu olhar.

* * * * *

Luiz Schwarcz é editor da Companhia das Letras e autor de Linguagem de sinais, entre outros. Ele contribui para o Blog da Companhia com uma coluna semanal chamada Imprima-se, sobre suas experiências como editor.

 

Dicas de Natal da Companhia das Letras

A Companhia das Letras preparou uma lista de livros para ajudar você a escolher o presente certo neste Natal.

Para quem gosta de poesia:

.

Para quem gosta de novos autores:

.

Para quem gosta de clássicos:

.

Para quem gosta de dar risada:

.

Para quem gosta de biografias:

.

Para quem gosta de uma boa reportagem:

.

Para quem gosta de quadrinhos:

.

Para quem não abre mão da literatura nacional:

.

Para quem gosta de história:

.

Para quem gosta de contos e crônicas:

.

Para quem gosta de liderar:

.

Um grande ano

Na semana passada foi divulgado o último resultado entre as premiações literárias de maior relevância  – o Prêmio da Fundação Biblioteca Nacional. 2013 foi um grande ano para a Companhia das Letras e é com orgulho que nós divulgamos um resumo dos prêmios conquistados.

Parabéns aos autores, tradutores, ilustradores e a todos os envolvidos na publicação dos livros premiados!

Prêmio Nobel

Literatura – Alice Munro

Prêmio Portugal Telecom

Categoria Poesia – Sentimental, Eucanaã Ferraz

Prêmio São Paulo de Literatura

Melhor livro do ano – Barba ensopada de sangue, Daniel Galera

Prêmio Jabuti

Categoria Biografia – 1º lugar – Marighella, Mário Magalhães

3º lugar – Getúlio – Do governo provisório à ditadura do Estado Novo (1930-1945), Lira Neto

Categoria Tradução – 1º lugar – Ulysses, por Caetano Waldrigues Galindo

2º lugar – Grandes esperanças, por Paulo Henriques Britto

Categoria Teoria e Crítica literária – 1° lugar – A ficção e o poema, Luiz Costa Lima

Categoria Capa – 3º lugar – Dom Quixote, por Alceu Chiesorin Nunes

Categoria Ilustração – 3º lugar – V.I.S.H.N.U., por Rodrigo Araújo

Categoria Gastronomia – 3º lugar – Cozinha de estar, Rita Lobo

Categoria Romance – 3º lugar – Barba ensopada de sangue, Daniel Galera

Prêmio José Saramago

Os Transparentes, Ondjaki

APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte)

Grande prêmio da crítica – Toda poesia, Paulo Leminski

Fundação Biblioteca Nacional

Prêmio Alphonsus de Guimaraens (Poesia) – Dever, Armando Freitas Filho

Prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras

Categoria Tradução – Ulysses, por Caetano Waldrigues Galindo

Gourmand Awards

Best TV Rest of the World Cookbook – Cozinha de estar, Rita Lobo

Bienal da Associação dos Designers Gráficos

Categoria Destaque – Dom Quixote, por Alceu Chiesorin Nunes

Daniel Galera vence Prêmio São Paulo de Literatura com o romance “Barba ensopada de sangue”


(Foto por Renato Parada. Capa por Alceu Nunes.)

Anunciado nesta segunda-feira, 25 de novembro, a Prêmio São Paulo de Literatura teve Daniel Galera como grande vencedor. Seu romance Barba ensopada de sangue foi escolhido pelo júri como Melhor Livro do Ano de 2012. O autor, que não pode comparecer à cerimônia Museu da Língua Portuguesa, receberá R$ 200 mil da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

O destaque na obra de Galera, segundo os jurados, é a construção do personagem principal, um professor de educação física que tenta desvendar o que está por trás da morte misteriosa do avô, em um vilarejo de pescadores. “Fica, deste grande romance, a impressão de que não lembraremos do rosto do personagem, mas do traçado que ele deixa nas águas da literatura contemporânea”, observou o júri.

Antes de seu lançamento, em novembro de 2012, Barba ensopada de sangue teve o primeiro capítulo selecionado pela revista Granta em volume inédito dedicado ao Brasil – “Melhores Jovens Escritores Brasileiros”. O romance também recebeu boa acolhida crítica de escritores como o português Gonçalo M. Tavares e o argentino Ricardo Piglia. “Li com muito prazer, capturado pelas tramas abertas e trágicas. Me agradou especialmente o tom musical da prosa e o modo como os diálogos — precisos e rápidos — servem de contraponto à ação. Para felicidade do leitor, a imagem aterrorizante do título é apenas moldura para um romance lírico e sentimental”, escreveu Piglia.

Ao longo desse último ano, os direitos de publicação do livro foram vendidos para mais de dez países, entre eles Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha.*

A Companhia das Letras tem muito orgulho de ser a editora de Daniel Galera desde a publicação de seu romance Mãos de Cavalo, em 2006, e deixa aqui os parabéns ao autor pelo Prêmio!

 

*Abaixo, as editoras estrangeiras que o publicaram:

UK: Hamish Hamilton
US: The Penguin Press
China: Shanghai 99
Finland: Otava
France: Gallimard
Germany: Suhrkamp
Holland: Atlas Contact
Israel: Penn
Italy: Mondadori
Norway: Gyldendal Norsk
Portugal: Quetzal
Spain: Random House Mondadori for Castilian and L’Altra for Catalan
Sweden: Norstedts
Turkey: Can Yayinlari