Semana quatrocentos e seis

 

Companhia das Letras

Juca Paranhos, o brarão do Rio Branco, de Luís Cláudio Villafañe G. Santos

Uma biografia minuciosa e inovadora do mais popular dos homens públicos brasileiros da virada do século XIX para o século XX.

 

Glória (nova edição), de Victor Heringer

A crônica de uma família no Rio de Janeiro que compartilha o humor particular e o desgosto genético.

 

Na fissura: Uma história do fracasso no combate às drogas, de Johann Hari (tradução de Hermano Brandes de Freitas)

Neste livro corajoso, escrito como denúncia e manifesto, Johann Hari rastreia a história do proibicionismo para acusar a hipocrisia moralista das autoridades estatais.

 

Quadrinhos na Cia.

A revolução dos bichos, de George Orwell (adaptado e ilustrado por Odyr)

A obra-prima de George Orwell adaptada para os quadrinhos. Clássico moderno, A revolução dos bichos ganha vida e movimento no traço do gaúcho Odyr. Ao narrar a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos, a obra mostra como o conflito os leva a uma tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.

 

Penguin-Companhia

Dublinenses, de James Joyce (tradução de Caetano W. Galindo)

Obra mais acessível do autor de Ulysses ganha versão brasileira com tradução primorosa de Caetano W. Galindo. Quinze contos que apresentam a obra de um dos maiores autores ocidentais.

Portfolio Penguin

A nova geração de CEOs, de vários autores (organizado por Pierre Moreau, Giuliana Napolitano, Jair Ribeiro e Celso Loducca)

As trajetórias, as lições aprendidas, os impasses e os sucessos dos CEOs mais bem-sucedidos do Brasil.

 

Seguinte

Uma coisa absolutamente fantástica, de Hank Green, com tradução de Lígia Azevedo

Em seu aguardado livro de estreia, Hank Green traz a história original e envolvente de uma jovem que se torna uma celebridade sem querer — mas logo se vê no centro de um mistério muito maior do que poderia imaginar.

 

Companhia das Letrinhas

O Homem-Cão: Um conto de dois gatinhos, de Dav Pilkey (tradução de André Czarnobai)

O Homem-Cão é um super-herói muito valente e com um coração enorme, mas que sempre se mete em cãofusão! E no terceiro volume da série do criador de Capitão Cueca, a situação não poderia ser diferente.

 

Suma

Espere agora pelo ano passado, de Philip K. Dick (tradução de Braulio Tavares)

Uma obra brilhante de um dos maiores nomes da ficção científica. Inédito no Brasil, este livro de Philip K. Dick chega às livrarias em edição especial com capa dura e projeto gráfico arrojado.

 

Neste post