Semana trezentos e noventa e cinco

 

Companhia das Letras

Dinheiro, eleições e poder, de Bruno Carazza

Diante do cenário político e econômico atual, muitos autores têm procurado discutir se nosso presidencialismo de coalizão funciona. Bruno Carazza foi além, avaliando quais são os custos de seu precário funcionamento.

 

Ciência na alma, de Richard Dawkins (tradução de Laura Teixeira Motta)

Livro reúne 42 textos de Richard Dawkins, o racionalista que ilumina com sua erudição característica as maravilhas da natureza e ataca veementemente a lógica fajuta e a irracionalidade.

 

Seguinte

A louca dos gatos, de Sarah Andersen (tradução de André Czarnobai)

A terceira coletânea da cartunista Sarah Andersen traz novas tiras que retratam os desafios de ser um jovem adulto num mundo cada vez mais instável.

 

Reimpressões

1922 - A semana que não terminou, de Marcos Augusto Gonçalves

A estetização do mundo, de Gilles Lipovetsky e Jean Serroy (tradução de Eduardo Brandão)

O livro das ignorãças, de Manoel de Barros

A magia da realidade, de Richard Dawkins (tradução de Laura Teixeira Motta)

Alucinações musicais, de Oliver Sacks (tradução de Laura Teixeira Motta)

Como a mente funciona, de Steven Pinker (tradução de Laura Teixeira Motta)

Coral e outros poemas, de Sophia de Mello Breyner Andresen

Da poesia, de Hilda Hilst

Eichemann em jerusalém, de Hannah Arendt (tradução de José Rubes Siqueira)

Freud (1920-1923) volume 15, de Sigmund Freud (tradução de Paulo Cézar de Souza)

Hibisco roxo, de Chimamanda Ngozi Adichie (tradução de Julia Romeu)

Jerusalém, de Simon Sebag Montefiore (tradução de George Schlesinger e Berilo Vargas)

Não me abandone jamais, de Kazuo Ishiguro (tradução de Beth Vieira)

Nova reunião, de Carlos Drummond de Andrade

O complexo de portnoy, de Philip Roth (tradução de Paulo Henriques Britto)

O que é fascismo?, de George Orwell (tradução de Paulo Geiger)

O sumiço da santa, de Jorge Amado

Pastoral americana, de Philip Roth (tradução de Rubens Figueiredo)

Quem tem medo do feminismo negro, de Djamila Ribeiro

Relato de um certo oriente, de Milton Hatoum

Só garotos, de Patti Smith (tradução de Alexandre Barbosa de Souza)

Dudu e a caixa, de Stela Greco Loducca

O batalhão das letras, de Mario Quintana

Procura-se!, de Vários autores

Uma sopa 100% bruxesca, de Quitterie Simon 

A dança do universo (edição bolso), de Marcelo Gleiser

A insustentável leveza do ser, de Milan Kundera (tradução de Teresa Bulhões Carvalho da Fonseca)

O evangelho segundo Jesus Cristo (edição bolso), de José Saramago

Cozinha confidencial, de Anthony Bourdain (tradução de Beth Vieira e Alexandre Boide)

A civilização do espetáculo, de Mario Vargas Llosa (tradução de Inove Benedetti)

O livro dos ressignificados, de @akapoeta, João Doederlein

O retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde (tradução de Paulo Schiller)

Repeteco, de Bryan Lee O'Malley (tradução de Érico Assis)

Scott Pilgrim contra o mundo - vol.2, de Bryan Lee O'Malley (tradução de Érico Assis)

A escolha (vol.3 da série A seleção), de Kiera Cass (tradução de Cristian Clemente)

A garota das laranjas, de Jostein Gaarder (tradução de Luiz A. de Araújo)

Doutor sono, de Stephen King (tradução de Roberto Grey)

Misery, de Stephen King

 

 

Neste post