Semana trezentos e oitenta

Companhia das Letras

História do olho, Georges Bataille

Publicado em 1928 sob o pseudônimo de Lord Auch, o livro acompanha as peripécias sexuais do jovem narrador e de sua amiga Simone. Embebido da atmosfera do surrealismo francês, do qual o próprio Bataille chegou a fazer parte, o relato suspende do horizonte das personagens o interdito do universo adulto e propicia aos jovens uma jornada de extravagâncias que envolvem sadismo, orgias, tortura e loucura, culminando em um ato de transgressão.


Olive Kitteridge, Elizabeth Strout

Na prosa precisa e elegante de Elizabeth Strout, o leitor conhecerá esta professora de matemática aposentada da pequena Crosby, no litoral do Maine. Ao longo de quase trinta anos, acompanhamos sua trajetória: a passagem da maturidade à velhice, suas próprias agruras e os pequenos e grandes dramas que a cercam, assim como as vidas que se desenrolam ao seu redor e que ilustram à perfeição o drama humano, feito de desejo, desespero, ciúme, esperança e amor.

O bebedor de horizontes, Mia Couto

Mia Couto conclui sua fascinante trilogia com o romance histórico O bebedor de horizontes, que retrata a saga final do imperador moçambicano Gugunhana, o derradeiro grande governante de um império na África no século XIX. Neste último volume da trilogia, os prisioneiros do oficial Mouzinho de Albuquerque embarcam no cais de Zimakaze em um barco que parte em direção ao posto de Languene. De lá, irão seguir para o estuário do Limpopo e então iniciar a viagem marítima que conduzirá os africanos capturados para um distante e eterno exílio, em uma das ilhas dos Açores.


Com a comitiva segue Imani Nsambe, jovem negra que estudou numa missão católica e serve como intérprete entre os nativos e as autoridades portuguesas. Imani está grávida do sargento português Germano de Melo, alocado em outra parte de Moçambique. A tradutora narra os trágicos acontecimentos do final do império de Gaza, que se alternam no romance com as cartas do sargento.

Paralela

A mulher entre nós, Greer Hendricks e Sarah Pekkanen

Aos 37 anos, a recém-divorciada Vanessa está no fundo do poço. Deprimida, morando no apartamento de sua tia, ela não tem filhos, dinheiro ou amigos verdadeiros. Ao descobrir que Richard, seu rico e carismático ex-marido, está prestes a se casar de novo, algo dentro de Vanessa se quebra. A partir de agora, sua vida irá revolver em torno de uma única obsessão: impedir esse matrimônio. Custe o que custar.

Fontanar

Como criar filhos na era digital, Dra. Elizabeth Kilbey

Em Como criar filhos na era digital, a psicóloga dra. Elizabeth Kilbey oferece conselhos acessíveis e práticos sobre como “desconectar” seu filho de seu dispositivo para que seu tempo on-line não se torne excessivo e prejudicial e para que nós, como pais, possamos nos conectar com os nossos filhos.

A felicidade nesta vida, Jorge Mario Bergoglio (papa Francisco)/Natale Benazzi (Org.)

“Se verdadeiramente fizerem emergir as aspirações mais profundas de seu coração, perceberão que, dentro dele, há um desejo inextinguível de felicidade, o que permitirá desmascarar e rejeitar as numerosas ofertas ‘baratas’ que encontrarem ao seu redor. Quando procuramos o sucesso, o prazer e a riqueza de modo egoísta, idolatrando-os, podemos experimentar também momentos de inebriamento, uma falsa sensação de satisfação; mas, no final das contas, tornamo-nos escravos, nunca estamos satisfeitos, somos impelidos a buscar sempre mais.


[...] A busca da felicidade é comum a todas as pessoas de todas as épocas e de todas as idades. Deus colocou no coração de cada homem e de cada mulher um desejo irreprimível de felicidade, de plenitude. Por acaso, não sentem que o seu coração está inquieto, buscando sem cessar um bem que possa saciar a sua sede de infinito?”

Reimpressões

A insustentável leveza do ser (Capa dura), Milan Kundera

Americanah, Chimamanda Ngozi Adichie

Anarquistas, graças a Deus, Zélia Gattai

As palavras de Saramago, Fernando Gómez Aguilera

Cem dias entre céu e mar, Amyr Klink

Doutor Fausto, Thomas Mann

Homo Deus, Yuval Noah Harari

Na pior em Paris e Londres, George Orwell 

O universo elegante, Brian Greene

Olhai os lírios do campo, Erico Verissimo

Os detetives selvagens, Roberto Bolaño

A árvore generosa, Shel Silverstein

A parte que falta, Shel Silverstein

Nuno descobre o Brasil, José Roberto Torero

Foco, Daniel Goleman

Mindset, Carol Dweck

Rápido e devagar, Daniel Kahneman

O jardim secreto, Frances Hodgson Burnett

A escolha (Capa dura), Kiera Cass

Coração de tinta, Cornelia Funke 

 

Neste post