10 dicas de livros para presentear no Dia dos Pais

Ainda não sabe o que dar ao seu pai nesse domingo? Selecionamos uma lista de livros para pais de todos os estilos que te ajudarão nessa escolha. De clássicos da literatura a negócios, passando por ciências, sociologia, história, artes, música e biografia. Confira!

O Lobo do Mar- de Jack London

O Lobo do Mar: edição comentada - de Jack London

Após naufragar, o jovem intelectual Humphrey van Weyden é resgatado e obrigado a integrar a tripulação da escuna Ghost. A bordo, ele presencia a dura rotina dos tripulantes e a tirania imposta por seu capitão, o embrutecido Wolf Larsen. Nesse livro, o leitor testemunha o duro embate entre a concepção de mundo primitiva de Larsen e a civilidade e o moralismo de seu refém. O Lobo do Mar foi lançado na coleção Clássicos Zahar em duas versões – edição comentada e edição bolso de luxo–, que trazem texto integral da obra e tradução de Daniel Galera. Ambas têm capa dura e a edição comentada ainda traz apresentação esclarecedora de Joca Reiners Terron e notas de Bruno Costa. 

A história do corpo humano- de Daniel Lieberman

Professor de biologia evolutiva humana na Universidade Harvard, Lieberman fornece as chaves para compreendermos melhor a adaptação de nosso corpo em relação às mudanças pelas quais nossa espécie vem passando ao longo de milhões de anos, tais como: o surgimento do bipedalismo, a mudança para uma dieta não baseada em frutas e o desenvolvimento de um cérebro muito grande. O autor mostra, porém, como os avanços do mundo moderno estão criando um paradoxo: se por um lado temos maior longevidade hoje, de outro estamos vivendo uma onda de doenças e males crônicos evitáveis - como obesidade, certos cânceres, diabetes tipo 2, depressão e até mesmo miopia e pés chatos. 

 

No aniversário de setenta anos da morte do escritor, a Zahar tem a satisfação de oferecer ao público essa edição bolso de luxo de O pequeno príncipe, pela coleção lássicos Zahar, com texto integral de Saint-Exupéry, em nova tradução de Andre Telles e Rodrigo Lacerda e com todas as ilustrações clássicas do autor, além de um posfácio que resgata as circunstâncias da produção do livro e analisa alguns de seus temas principais. Homenagem merecida a essa obra-prima, que diverte com delicadeza e emociona sem pieguismo, ao abordar dilemas cruciais do mundo contemporâneo.

Primeira edição:

A primeira edição do livro é norte-americana e não francesa, como muitos pensam. Foi publicada em 1943 em Nova York, durante a Segunda Guerra Mundial, às vesperas do embarque de Saint-Exupéry para a África para lutar pela França contra a ocupação alemã. O escritor morreu em combate no ano seguinte aos 44 anos. O livro só foi publicado na França em 1946.

O livro foi adaptado para o cinema algumas vezes. A animação dirigida por Mark Osborne estreou nas salas brasileiras em agosto. Em 1974, Stanley Donen, mesmo diretor de “Cantando na Chuva” (1952), gravou o filme na Tunísia. 

 

Uma história do mundo em doze mapas- de Jerry Brotton