12 livros da Companhia das Letras são finalistas do 4º Prêmio Rio de Literatura

 

Doze livros do Grupo Companhia das Letras estão entre os finalistas do 4° Prêmio Rio de Literatura! Foram inscritos na premiação mais de 700 livros de todo o país. Os vencedores de cada categoria irão ganhar 100 mil reais. Conheça os nossos livros indicados:

 

Ensaio

A revolução que mudou o mundo, de Daniel Aarão Reis

Um livro fundamental para quem quer entender o processo revolucionário que transformou a Rússia e o mundo.

 

Explosão feminista, de Heloisa Buarque de Hollanda

Um panorama múltiplo da quarta onda feminista no Brasil de 2013 até hoje. Como podemos definir esta quarta e explosiva onda? Quem são as mulheres que estão à frente dos movimentos hoje e o que elas reivindicam? Como a militância vem impactando a política, o comportamento e, sobretudo, a criação artística?

 

Maquinação do mundo, de José Miguel Wisnik

Neste livro magistral, José Miguel Wisnik percorre a obra de Drummond e a história da mineração naquilo que diz respeito ao poeta, sem nunca perder de vista a potência da poesia como instrumento de percepção alargada e de criação de mundos.

 

Maria Bonita: Sexo, violência e mulheres no cangaço, de Adriana Negreiros

A mulher mais importante do cangaço brasileiro, que inspirou gerações de mulheres, ganha agora sua biografia mais completa e com uma perspectiva feminista. Embora a mitificação da imagem de Maria Bonita tenha escondido situações de constante violência, ela em nada diminui o caráter transgressor da Rainha do Sertão.

 

O Tiradentes, de Lucas Figueiredo

Enfim, a história completa: Joaquim José da Silva Xavier, O Tiradentes, ganha sua primeira biografia moderna.

 

Ser republicano no Brasil Colônia, de Heloisa M. Starling

Heloisa Starling investiga o ideário republicano na Colônia em torno dos conceitos de igualdade, liberdade e cidadania, com foco na Inconfidência Mineira, na Conjuração Baiana e outros momentos críticos de efervescência política anteriores à Independência.
 

 

Poesia

Nenhum mistério, de Paulo Henriques Britto

Com agudeza, ironia e franco ceticismo, o sétimo livro de poemas do escritor, professor e tradutor Paulo Henriques Britto traz para a moldura do verso a profunda consciência da solidão.
 

Prosa de Ficção

Com armas sonolentas, de Carola Saavedra

Três mulheres vivenciam o exílio e o abandono, num desencontro de línguas, lugares e experiências, neste potente romance de formação.
 

Dora sem véu, de Ronaldo Correia de Brito

Autor de Galileia, vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura, Ronaldo Correia de Brito cria uma narrativa emocionante e multifacetada, de traços dostoievskianos, sobre o amor e a culpa.
 

Enterre seus mortos, de Ana Paula Maia

Uma habilidosa mescla de novela policial, faroeste de horror e romance filosófico, escrito por uma das vozes mais originais da literatura brasileira contemporânea.
 

O sol na cabeça, de Geovani Martins

Com a estreia de Geovani Martins, a literatura brasileira encontra a voz de seu novo realismo. Nos treze contos de O sol na cabeça, deparamos com a infância e a adolescência de moradores de favelas – o prazer dos banhos de mar, das brincadeiras de rua, das paqueras e dos baseados –, moduladas pela violência e pela discriminação racial.
 

Reserva natural, de Rodrigo Lacerda

Em dez contos, Rodrigo Lacerda aborda o tema do “mundo natural”. Mas a “reserva” de seu título poderia evocar também dissimulação e recato, por um lado, e por outro o potencial poder de destruição de tropas em retaguarda. O mundo natural deste livro é um mundo de mistérios, violência, beleza e medo.
 

 

Conheça todos os finalistas.

 

Neste post
Acesse a Letrinhas nas redes sociais