" />

165 anos de Howard Pyle

Escrita pela vencedora do Pulitzer Stacy Schiff, essa biografia traça um retrato surpreendente e muito humano de uma das figuras mais marcantes da história e de seu tempo.

“Soberana, capaz, esclarecida, soube construir uma frota, eliminar uma insurreição, controlar uma economia, aliviar a fome. Cleópatra se viu em um dos cruzamentos mais perigosos da história: mulheres e poder.

Mulheres inteligentes eram consideradas perigosas.” Stacy Schiff

 

Anne Frank, de Rancine Prose

Anne Frank: A história do diário que comoveu o mundo reconta a história de um dos maiores relatos pessoais do holocausto. A crítica literária Francine Prose acompanha a trajetória do diário desde sua criação, no anexo secreto, até as polêmicas que cercam suas adaptações e sua autenticidade. No caminho, mostra que Anne Frank não era apenas uma adolescente registrando experiências de forma casual, mas sim uma escritora talentosa. Uma leitura reveladora e emocionante, que nos reaproxima de uma obra que ocupa um lugar afetivo na memória de muitos leitores.

Maria Antonieta, de Stefan Zweig 

Uma das rainhas mais revisitadas da história, Maria Antonieta de Habsburgo-Lorena era arquiduquesa de uma dinastia poderosa, e foi dada em casamento aos 14 anos para emendar relações diplomáticas entre dois inimigos históricos. Retratada muitas vezes como uma mulher frívola e sem maiores preocupações, Maria Antonieta tornou-se um mito e ícone da cultura francesa. Hoje, diversos historiadores reconhecem que Antonieta foi alvo de retratações injustas e exageradas ao longo do século.

Estima-se que o escritor e ilustrador Howard Pyle (1853-1911) tenha contribuído com ilustrações para cerca de 3.500 publicações. A sua inovação e a preocupação com criar um “estilo americano” de desenho e pintura garantiram seu lugar no hall de grandes ilustradores dos Estados Unidos. Pyle lecionou no Drexel Institute of Arts and Sciences e posteriormente fundou sua própria escola, a Howard Pyle School of Art.

Dois de seus grandes sucessos são parte da coleção Clássicos Zahar: Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda, disponível nas edições comentada e ilustrada e bolso de luxo; e Três grandes cavaleiros da Távola Redonda: edição comentada e ilustrada, que entra em pré-venda a partir de 12/3 e chega às livrarias dia 22/3.

Sobre as histórias do rei Arthur

Uma história de valentia, amizade e magia, Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda revive em palavras e imagens a saga do Rei Arthur e de seus cavaleiros desde o momento em que Arthur estabelece seu direito ao trono.

A edição comentada e ilustrada contém, além de notas e apresentação, as 41 ilustrações originais de Pyle para a primeira edição. Nessa edição, a diagramação do livro é inspirada nos textos medievais, com resumos da história em pequenos destaques ao longo do texto.

 

Neste post