6 mulheres extraordinárias para celebrar no Dia Internacional da Mulher

Chiquinha Gonzaga, de Edinha Diniz

Compositora e maestrina de sucesso numa época em que mulher não tinha profissão, Francisca Edwiges Neves Gonzaga abriu caminhos e ajudou a definir os rumos da música brasileira. Grande personagem feminina da história do Brasil, Chiquinha Gonzaga desafiou costumes e tornou-se a primeira pessoa a compor uma marchinha de carnaval ("Ó Abre Alas", 1899). Em sua biografia, Chiquinha Gonzaga, a biógrafa Edinha Diniz define Chiquinha como alguém que “não estava a serviço da pátria, nem da humanidade, nem de um marido. Estava a serviço de si mesma, de suas vontades e desejos. Só que isto não era permitido a uma mulher”. Uma inspiração de força, resiliência e determinação.

>> A biografia da artista escrita por Edinha Diniz está disponível em e-book:

        

 

 

Maria Antonieta, de Stefan Zweig