A Brinque-Book agora faz parte do catálogo do Grupo Companhia das Letras!

 

São Paulo, 22 de outubro de 2020. É com muita alegria que o Grupo Companhia das Letras informa que, a partir de hoje, incorpora ao seu vasto e diverso catálogo, a Brinque-Book, uma das editoras mais respeitadas no segmento de publicações infantis no Brasil.  

Fundada em 1990 por Suzana David de Sanson, a Brinque-Book rapidamente conquistou crianças, jovens, pais e educadores, tornando-se referência em literatura infantil. Por mais de 20 anos se dedicou à publicação de livros ilustrados, tendo lançado mais de 600 títulos ao longo de sua história e, nos últimos 7 anos, passou a publicar também obras juvenis. Nesses 30 anos de existência, acompanhou as transformações sociais e as tendências do comportamento de quem se nutre de literatura infantil, além de trazer grandes autores estrangeiros ao Brasil, apresentando novos (e já queridos) clássicos aos nossos leitores.  

Para Suzana, “nos últimos anos, a motivação era encontrar o parceiro ideal para dar continuidade ao meu legado. Meu sonho sempre foi alguém que privilegiasse este segmento de mercado no qual construímos nossa força, nossa especialidade. E a Companhia das Letras, mais especificamente a Companhia das Letrinhas, tem o mesmo DNA da Brinque-Book. Que felicidade! Tenho certeza de que o Grúfalo, o Gildo, O Urso Rabugento, O homem que amava caixas, o Bruxa, Bruxa venha à minha festa, o Obax, a Juju, o Quem matou o saci, A queda dos Moais... nossa! são muitos livros e todos serão muito felizes na sua nova casa!”.  

A divisão infantil passou a ser uma área prioritária no Grupo Companhia das Letras a partir da inauguração da Companhia das Letrinhas, criada em 1992 por Lilia Moritz Schwarcz, no mesmo contexto do surgimento da Brinque-Book. Esse projeto agora se consolida com Júlia Moritz Schwarcz como publisher, Mell Brites como editora executiva; Ana Paula Tavares como editora do selo Pequena Zahar, Gabriela Tonelli e Antonio Castro como editores do selo Companhia das Letrinhas e Elisa Zanetti, que se mantém como editora do selo Brinque-Book. A comunicação, o marketing e as vendas serão chefiados por Isabela Santiago, nessa divisão que passa a contar com um catálogo de cerca de 1.100 títulos, que primam pela variedade e diversidade, abarcando a formação leitora desde o berço até os 13 anos.  

Para Júlia Moritz Schwarcz, “esse é um encontro feliz de catálogos que se somam em criatividade, qualidade editorial e gráfica. Sempre tive muito carinho e admiração pela Brinque-Book, e esses sentimentos só cresceram quando me aproximei da Suzana, nas feiras e eventos literários. A Brinque-Book e a Letrinhas são editoras muito semelhantes, que respeitam os autores, os ilustradores e acima de tudo as crianças, pois ambas acreditamos num futuro mais plural, inclusivo e generoso, pautado na educação”.  

O Grupo passa a ter 18 selos e reafirma uma presença expressiva no mercado editorial brasileiro, ao mesmo tempo que garante a independência de cada um deles, atendendo às necessidades de comunicação e promoção de cada nicho e mantendo a proximidade com seus autores – o maior patrimônio da editora. No caso da divisão infantil, a equipe reforça o compromisso de produzir obras afinadas com a sensibilidade da criança, capazes de estimular o raciocínio, a criatividade e o interesse pela literatura desde a primeira idade, e de promover o seu encontro junto a professores e alunos, pais e filhos.   

E é com esse espírito que, agora juntos, Companhia das Letrinhas, Pequena Zahar e Brinque-Book continuarão empenhados em contribuir com a formação do público leitor e com a construção de um Brasil melhor, menos desigual e mais justo. 

Neste post
Acesse a Letrinhas nas redes sociais