Adaptações para o cinema previstas para 2017

2017 promete ser um ano movimentado para quem gosta de livros e cinema. Teremos muitas produções baseadas em livros do Grupo Companhia das Letras e elas já têm data para estrear. Confira a lista:


A torre negra, de Stephen King

Direção: Nikolaj Arcel 
Elenco: Idris Elba, Matthew MCCanaughey, Tom Taylor e Abbey Lee
Estreia prevista nos EUA: 27 de julho de 2017

A adaptação de A torre negra para o cinema já é quase uma lenda, mas eis que agora é para valer e a estreia do longa está confirmada para o verão americano de 2017. No filme, que conecta elementos, personagens e tramas de diferentes volumes da série, um pistoleiro chamado Roland Deschain (Idris Elba) percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto (Matthew McConaughey), passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário. Publicado no Brasil pela Suma de Letras, Stephen King é um dos autores mais prolíficos da atualidade e A torre negra é uma de suas séries mais conhecida. Composta por oito volumes e também adaptada ao formato HQ pela Marvel, ela levou mais de trinta anos para ser concluída e combina com maestria elementos de terror, fantasia épica e faroeste. Nikolaj Arcel, diretor do longa-metragem, e Stephen King falaram com o portal Entertainment Weekly sobre a produção. Leia aqui.


It - A coisa, de Stephen King

Direção: Andrés Muschietti
Elenco: Bill Skarsgård, Jaeden Lieberher e Finn Wolfhard
Estreia prevista nos EUA: 8 de setembro de 2017

Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, forma o autointitulado "Losers Club" - o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do "Losers Club" acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise. De acordo com a Variety, o novo longa será dividido em duas partes, já que a obra original tem mais de 900 páginas. A primeira parte do filme vai mostrar os protagonistas ainda crianças nos anos 80, enquanto a segunda vai focar na geração já adulta lidando com o retorno da “Coisa”. It – A coisa ganhou sua primeira versão em 1990, com o temido palhaço Pennywise sendo vivido por Tim Curry. O portal Entertainment Weekly já adiantou algumas informações sobre o remake. Leia aqui.


Redemoinho, adaptação de Inferno Provisório, de Luiz Ruffato

Data de lançamento 9 de fevereiro de 2017 (1h 40min)
Direção: José Luiz Villamarim
Elenco: Irandhir Santos, Júlio Andrade, Dira Paes mais
Gênero Drama

Baseado no livro O Mundo Inimigo – Inferno Provisório Vol. II, de Luiz Ruffato. Em Cataguases, cidade de Minas Gerais, dois amigos acabam se reencontrando após muito tempo separados. Na véspera de Natal, os dois se reúnem para uma conversa regada a muita bebida, que desperta em Luzimar e Gildo, a oportunidade de reavaliar seus caminhos e de falar sobre suas lembranças, seus remorsos e suas alegrias. Confira o trailer.


A lei da noite – adaptação do romance Os filhos da noite, de Dennis Lehane 

Direção: Ben Affleck
Elenco: Ben Affleck, Zoe Saldana e Elle Fanning
Estreia prevista no Brasil: 23 de fevereiro de 2017

Adaptação do romance Os filhos da noite, de Dennis Lehane. Na cidade de Boston, em plena década de 20, Joe Coughlin, filho mais novo de um capitão de polícia, se envolve com o crime organizado. Numa época em que homens impiedosos, munidos de dinheiro, bebida ilegal e armas, disputam pelo controle da cidade, não se pode confiar em ninguém - nem em família, amigos ou amores. Para além do dinheiro e do poder, e até das ameaças de prisão, um destino parece inevitável a homens como Joe: a morte prematura. Os filhos da noite é um épico à maneira de Scarface e Os bons companheiros, repleto de traficantes, femmes fatales, amigos leais e inimigos implacáveis, todos lutando pela sobrevivência e por seu quinhão do sonho americano. O portal Omelete tem mais informações sobre o longa, dirigido e estrelado por Ben Affleck.


Pastoral americana, de Philip Roth

Direção: Ewan McGregor
Elenco: Ewan McGregor, Jennifer Connely e Dakota Fanning
Estreia prevista no Brasil: Em breve



No estilo impetuoso e desbocado de Philip Roth, Pastoral americana narra os esforços de Seymour Levov para manter de pé um paraíso feito de enganos. Filho de imigrantes judeus que deram duro para subir na vida, Seymour tenta em vão comunicar um legado moral à terceira geração da família Levov. Esmagado entre duas épocas que não se entendem e desejam destruir-se mutuamente, Seymour se apega até o fim a crenças que se mostram cada vez mais irreais. A força de sua obstinação em defesa de uma causa perdida lhe confere um caráter ao mesmo tempo de heroísmo e desatino. O longa marca a estreia do ator Ewan McGregor na direção, que também encarna o personagem principal. Veja o que o portal Omelete já adiantou sobre o filme.


O círculo, de Dave Eggers

Direção: James Ponsoldt
Elenco:  Tom Hanks, Emma Watson, John Boyega e Karen Gillan
Estreia prevista no Brasil: 28 de abril de 2017



The Circle é o nome da empresa de tecnologia comandada por Tom Hanks. Segundo o diretor do filme, ela — como muitas empresas hoje em dia — empurra os limites éticos para avançar tecnologicamente, dessa forma, coloca nossa liberdade e privacidade em jogo. O elenco da adaptação cinematográfica do romance distópico de Dave Eggers conta com Tom Hanks, Emma Watson, John Boyega, Karen Gillan, Patton Oswalt e Bill Paxton. O roteiro e a direção ficam a cargo de James Ponsoldt, que no ano passado esteve à frente de The End of the Tour. Leia também a resenha de Zeca Camargo publicada no jornal Folha de S. Paulo em 2014.


Um homem chamado Ove, de Fredrik Backman

Direção: Hannes Holm
Elenco: Rolf Bill  Lassgård, Bahar Pars, Filip Berg e Ida Engvoll
Estreia nos EUA: 26 de agosto de 2016, ainda sem data confirmada para o Brasil



Um homem chamado Ove (En man som heter Ove) é um filme sueco de 2015, dirigido e escrito por Hannes Holm, baseado no romance homônimo de Fredrik Backman. Foi selecionado como representante de seu país ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2017. O longa também recebeu o Prêmio do Cinema Europeu de Melhor Comédia. Ove tem cinquenta e nove anos e não gosta muito das pessoas. Para ele, uma sociedade em que tudo se resume a computadores e café instantâneo só pode decepcioná-lo. Como se isso não bastasse, a única pessoa que ele amava faleceu. Meses depois, ele toma uma decisão: vai dar fim à própria vida. No entanto, cada uma de suas tentativas é frustrada por algum vizinho incompetente que precisa de ajuda. Mas, quando uma estranha família se muda para a casa ao lado, Ove aos poucos passa a encarar o mundo de outra forma. O romance fez sucesso também nos Estados Unidos e recebeu uma elogiosa crítica do jornal New York Times. Leia aqui.


Wilson, de Daniel Clowes

Direção: Craig Johnson
Elenco: Woody Harrenson, Laura Dern, Isabela Amara e Judy Greer
Estreia mundial: 24 de março de 2017



Com pré-estreia mundial em 22 de janeiro no Sundance Film Festival, Wilson, longa-metragem inspirada na obra homônima de Daniel Clowes, narra a história de um homem de meia-idade e bastante ranzinza que, após a morte de seu pai, decide procurar sua ex-mulher, uma viciada em drogas, e descobre que tem uma filha já adolescente. Wilson vê nela sua última esperança de ter uma família e tenta criar um laço entre eles. Wilson é a primeira história de Daniel Clowes publicada primeiramente em livro (seus trabalhos anteriores foram lançados como séries na revista Eightball). A cada uma dessas vinhetas, conhecemos uma nova faceta de Wilson, um novo caminho que sua mente perturbada pode tomar. O conjunto, no entanto, revela um personagem denso e rico, tão cômico quanto triste, tão complexo quanto óbvio. Um herói dos nossos tempos. Saiba mais sobre o livro e a adaptação para o cinema nesta matéria do site Universo HQ.


As aventuras do Capitão Cueca, de Dav Pilkey

Direção: David Soren
Elenco: Kevin Hart, Ed Helms, Thomas Middleditch
Estreia prevista no Brasil: 1º de junho de 2017

As aventuras do Capitão Cueca é uma série de livros dedicada ao público infantil, criado pelo escritor americano Dav Pilkey. Pilkey criou suas primeiras histórias em quadrinhos quando frequentava o ensino fundamental. Em 1997, escreveu e ilustrou As Aventuras do Capitão Cueca, o primeiro volume de uma série que teve mais sete livros, e se tornou um grande sucesso em diversos países do mundo. Com vários leitores assíduos em todo o mundo, a coleção de livros consagrou o autor como um dos mais afamados escritores de livros infantis da literatura contemporânea. No Brasil, a série foi inicialmente editada pela extinta editora Cosac Naify, o primeiro volume terá em fevereiro nova edição pela Companhia das Letrinhas. Veja as informações já disponíveis sobre o filme no portal AdoroCinema.


Por lugares incríveis, de Jennifer Niven

Direção: Miguel Arteta
Elenco: Elle Fanning
Estreia prevista nos EUA: 2018

Elle Fanning irá estrelar a versão para os cinemas do romance adolescente Por lugares incríveis, escrito por Jennifer Niven. O longa-metragem terá a direção de Miguel Arteta, responsável pela direção de episódios de The Office e American Horror Story. O roteiro será escrito pela própria Niven, que com sua obra alcançou o quinto lugar na lista dos best-sellers do jornal New York Times. O romance conta a história de Violet Markey que sofre um acidente de carro que acaba tirando a vida de sua irmã. Paralelamente, Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido por colegas da escola e com sérios problemas familiares. Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola, quando conhece Violet, também prestes a acabar com sua própria vida. Desse encontro, nasce uma dupla improvável que se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram.


O homem invisível, de H. G. Wells

Direção: Ainda não divulgado
Elenco: Johnny Depp 
Estreia mundial: 2018

Johnny Depp será o protagonista de um remake de O Homem Invisível (1933), mais recente filme anunciado do universo de monstros da Universal Pictures. O filme é baseado no romance homônimo de H. G. Wells. No longa, o ator Claude Rains interpreta o Dr. Jack Griffin, um químico que inventa um soro que o deixa invisível. Ele então cobre o rosto com ataduras e embarca em uma onda de assassinatos. Apesar da notícia do envolvimento de Depp com o projeto, ainda não foram anunciados o nome do diretor nem a data de lançamento do longa-metragem. O roteiro, contudo, já está supostamente sendo escrito por Ed Solomon (MIB: Homens de Preto) com a supervisão dos produtores Alex Kurtzman e Chris Morgan. Leia também a resenha sobre a edição do romance pelo selo Alfaguara na Folha de S. Paulo.


Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo, de Mário Magalhães

Direção: Wagner Moura
Elenco: Ainda não divulgado
Estreia mundial: sem data confirmada

Cinebiografia de Carlos Marighella, ex-deputado, poeta e guerrilheiro brasileiro que foi assassinado pela ditadura militar em 1969, o longa é baseado no livro Marighella - O guerrilheiro que incendiou o mundo, de Mário Magalhães. A direção é do ator Wagner Moura, que faz sua estreia na função. A biografia reconstitui a trajetória Carlos Marighella, militante comunista desde a juventude, deputado federal constituinte e fundador do maior grupo armado de oposição à ditadura militar - a Ação Libertadora Nacional. A controversa vida de Marighella é também uma história dos movimentos radicais e da esquerda no Brasil e no mundo. Coadjuvantes de peso, que tangenciaram a vida do protagonista, povoam as páginas do livro: Fidel Castro, Getúlio Vargas, Che Guevara, Carlos Lacerda, Stálin, Luiz Carlos Prestes e Carlos Lamarca, além de figuras-chave da cultura, como os escritores Jorge Amado e Graciliano Ramos; os pintores Cândido Portinari e Joan Miró; os dramaturgos Augusto Boal e Dias Gomes; e os cineastas Glauber Rocha, Jean-Luc Godard e Luchino Visconti. Lançado em outubro de 2012, o livro foi o vencedor na categoria biografia do Prêmio Jabuti 2013. Leia a resenha do livro publicada na Folha de S. Paulo.

 

Neste post
Acesse a Letrinhas nas redes sociais