Coleção Clássicos Zahar ganha duas novas edições aterrorizantes: “Frankenstein” e “Drácula”

Marco fundador da literatura de terror há pelo menos dois séculos, Frankenstein, de Mary Shelley, é um ensaio sobre a prepotência humana e a solidão em sociedade, e é contado a partir da história do cientista Victor Frankenstein e sua luta por trazer à vida matéria inanimada. Quando finalmente conseguetornar vivo um ser monstruoso, Victor foge da sua própria criação, e é a partir daí que ganha forma a eletrizante história escrita

Um outro ângulo sobre como esses fatos provocam uma ruptura e iniciam o novo momento na história tanto coletiva quanto pessoal pode ser visto em Acontecimento, do filósofo esloveno Slavoj Zizek. No livro, Zizek defende que após um acontecimento nada permanece igual, mesmo que não haja uma grande mudança aparente. Com referências da cultura pop, anedotas e erudição características, o autor mergulha no que há de mais excitante e essencial na filosofia.