Livro é o melhor presente: sugestões de livros para presentear no Natal

O Natal está chegando e, com ele, os presentes. Por isso, fizemos uma série de indicações que vão te ajudar a escolher o livro perfeito para a pessoa que você deseja presentear no Natal! Afinal, livro é, e continua sendo, o melhor presente! Confira as sugestões abaixo:

 

Para quem gosta de biografias, memórias e histórias inspiradoras

Uma terra prometida, de Barack Obama

Um relato íntimo e fascinante da história em formação -- feito pelo líder que nos inspirou a acreditar no poder da democracia.

Minha história, de Michelle Obama

Um relato íntimo, poderoso e inspirador da ex-primeira-dama dos Estados Unidos. O livro que já vendeu mais de 10 milhões de exemplares no mundo e está há mais de 16 semanas na lista de mais vendidos da Veja.

Prólogo, ato, epílogo, de Fernanda Montenegro

No marco de seus noventa anos, as memórias de Fernanda Montenegro trazem o frescor de uma artista eternamente genial.

Narciso em férias, Caetano Veloso

Edição avulsa do capítulo de Verdade tropical sobre a ditadura militar brasileira.

Autobiografia precoce, de Pagu

Único texto autobiográfico deixado por Patrícia Galvão, Autobiografia precoce é um relato emocionante sobre a vida de uma mulher forte, revolucionária e única.

Lima Barreto, de Lilia Moritz Schwarcz

Em monumental biografia de Lima Barreto, Lilia Moritz Schwarcz investiga as origens, a trajetória e o destino do escritor carioca sob a ótica racial no Rio de Janeiro da Primeira República.

Guardei no armário (nova edição), de Samuel Gomes

O relato de como um jovem nascido na periferia de São Paulo superou o racismo e a homofobia para lutar pelos próprios direitos -- e de muitos outros como ele --, acompanhado de diversas entrevistas com personalidades LGBTQIA+.

Valentes, de Aryane Cararo e Duda Porto de Souza

Das mesmas autoras de Extraordinárias, Valentes é uma obra de referência sobre o tema do refúgio no Brasil.

Extraordinárias, de Duda Porto de Souza e Aryane Cararo

Elas mudaram (e estão mudando) a nossa história. Mas você conhece a história delas?

 

Para quem gosta de culinária

Simples, de Yotam Ottolenghi

Tudo que amamos na comida de Ottolenghi, em receitas especialmente fáceis e acessíveis.

Não é sopa (nova edição), de Nina Horta

As receitas são a sobremesa, e o prato principal, as saborosas crônicas sobre o universo culinário, regadas com o inconfundível molho de sabedoria e simplicidade de Nina Horta.

Sal, gordura, ácido, calor, de Samin Nosrat

Destinado a ser um clássico, Sal, gordura, ácido, calor com certeza se tornará um guia definitivo para sua cozinha.

5 ingredientes, de Jamie Oliver

Alcance o máximo de sabor com o mínimo de esforço em mais de 130 receitas nutritivas e inspiradoras.

Índia: sabores e sensações, de Zeca Camargo e Varunesh Tuli

Uma viagem que explora as receitas vegetarianas do país.

A química dos bolos, de Joyce Galvão

Uma das grandes expoentes da confeitaria ensina truques para bolos deliciosos com ingredientes e sabores brasileiros.

 

Para quem gosta de ficção estrangeira

Garota, mulher, outras, de Bernardine Evaristo

Um romance surpreendentemente atual e engenhoso sobre identidade, raça e sexualidade, vencedor do Booker Prize em 2019.

Ressurreição, de Liev Tolstói

Último romance do autor, publicado pela primeira vez em 1899.

Pessoas normais, de Sally Rooney

Uma história única e envolvente sobre dois jovens que devem enfrentar a eletricidade do primeiro amor em meio às sutilezas das classes sociais e dos problemas familiares. Sally Rooney é a voz da geração millennial.

Os sete maridos de Evelyn Hugo, de Taylor Jenkins Reid

Com todo o esplendor que só a Hollywood do século passado pode oferecer, esta é uma narrativa inesquecível sobre os sacrifícios que fazemos por amor, o perigo dos segredos e o preço da fama.

Daisy Jones & The Six, de Taylor Jenkins Reid

Embalado pelo melhor do rock'n'roll, um romance inesquecível sobre uma banda dos anos 1970, sua apaixonante vocalista e o amor à música. Da autora de Em outra vida, talvez?.

O jogo da amarelinha, de Júlio Cortázar

Tão radical quanto inclassificável, a obra-prima de Julio Cortázar mudou para sempre a história da literatura -- e chega agora em nova edição ao leitor brasileiro.

Trocas macabras, de Stephen King

Após anos esgotado no Brasil, Trocas macabras volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial, com capa dura e conteúdo extra.

Os viajantes, de Regina Porter

A história envolvente de duas famílias, uma branca e outra negra, da década de 1950 aos dias de hoje. Um romance sobre amor e memória, preconceito e identidade, trauma e destino.

O quarto de Giovanni, de James Baldwin

Em O quarto de Giovanni, clássico moderno da literatura gay esgotado no Brasil há décadas, James Baldwin narra o encontro de um americano e um italiano em Paris.

O olho mais azul (nova edição), de Toni Morrison

Uma tentativa de dramatizar a opressão que o preconceito racial pode causar na mais vulnerável das criaturas: uma menina negra.

 

Para quem gosta de ficção nacional

O avesso da pele, de Jeferson Tenório

Um romance sobre identidade e as complexas relações raciais, sobre violência e negritude, O avesso da pele é uma obra contundente no panorama da nova ficção literária brasileira.

Marrom e amarelo, de Paulo Scott

Um romance impactante, sem paralelos na literatura contemporânea, sobre dois irmãos marcados pela discriminação racial no Brasil.

O que ela sussurra, de Noemi Jaffe

O novo romance de uma das autoras mais originais da literatura brasileira retrata a vida de Nadejda, a jovem russa que guardou na memória os poemas de seu marido morto pela censura soviética para evitar que fossem apagados para sempre da história.

Você nunca mais vai ficar sozinha, de Tati Bernardi

Neuras, traumas, obsessões, medos e amor desmesurado são os ingredientes desse livro hilariante sobre uma filha que vai virar mãe.

Essa gente, de Chico Buarque

Um escritor decadente enfrenta uma crise financeira e afetiva enquanto o Rio de Janeiro colapsa à sua volta. Tragicomédia urgente, o novo romance de Chico Buarque é a primeira obra literária de vulto a encarar o Brasil do agora.

Controle, de Natalia Borges Polesso

Autora vencedora do Jabuti na categoria contos, Natalia Borges Polesso estreia no romance com um livro sobre o amor e a amizade entre duas mulheres.

Solução de dois estados, de Michel Laub

Do premiado autor Michel Laub, um romance sobre ódio, perdão e os modos como nossa intimidade é definida pela política e pela barbárie do nosso tempo.

As sobras de ontem, de Marcelo Vicintin

Ao retratar o Brasil através da degradação de sua elite econômica, Marcelo Vicintin constrói um livro singular, com altíssimo poder de capturar o leitor. Uma estreia surpreendente.

Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa

Uma das obras fundamentais da literatura brasileira, em nova edição.

 

Para quem gosta de planejamento

365 dias de bem-estar, de Carolina Chagas

Um planner voltado para o bem-estar e o desenvolvimento pessoal.

Sejamos todos feministas: planner 2021, de Chimamanda Ngozi Adichie

Um lugar para registrar seus compromissos, planejar seu ano e se inspirar com uma das maiores escritoras contemporâneas.

O método Bullet Journal, de Ryder Caroll

O aguardado primeiro livro oficial do famoso método Bullet Journal®.

 

Para quem gosta de política e atualidades

Por um feminismo afro-latino-americano, de Lélia Gonzalez (organização de Flávia Rios e Márcia Lima)

"Leiam Lélia Gonzalez!", convocou a filósofa americana Angela Davis em recente passagem pelo país.

Sobre o autoritarismo brasileiro, de Lilia Moritz Schwarcz

Valendo-se de uma ampla reunião de dados estatísticos, Lilia M. Schwarcz examina algumas das raízes do autoritarismo brasileiro, bastante antigas e arraigadas, embora frequentemente mascaradas pela mitologia nacional.

Pequeno manual antirracista, de Djamila Ribeiro

Onze lições breves para entender as origens do racismo e como combatê-lo.

A organização, de Malu Gaspar

Malu Gaspar destrincha, numa crônica eletrizante, a história completa (e a secreta) da ascensão, do auge e da queda da Odebrecht.

Máquina do ódio, de Patrícia Campos Mello

O relato de uma das maiores jornalistas da atualidade sobre as ameaças à liberdade de imprensa no Brasil e no mundo.

A vida não é útil, de Ailton Krenak

Em reflexões provocadas pela pandemia de covid-19, o pensador e líder indígena Ailton Krenak volta a apontar as tendências destrutivas da chamada "civilização": consumismo desenfreado, devastação ambiental e uma visão estreita e excludente do que é a humanidade.

O anel de Giges, de Eduardo Giannetti

Uma reflexão a um só tempo acessível e erudita sobre a diferença entre ser e parecer.

Sapiens (edição em quadrinhos), de Yuval Noah Harari

O primeiro dos quatro volumes em quadrinhos do fenômeno mundial Sapiens.

Sapiens (nova edição), de Yuval Noah Harari

Na nova edição do livro que conquistou milhões de leitores ao redor do mundo, Yuval Noah Harari questiona tudo o que sabemos sobre a trajetória humana no planeta ao explorar quem somos, como chegamos até aqui e por quais caminhos ainda poderemos seguir.

 

Para quem gosta de clássicos

A ilha do tesouro (edição comentada e ilustrada), de Robert Louis Stevenson

Com personagens inesquecíveis e cheio de reviravoltas, traições e golpes de sorte, A Ilha do Tesouro é, há mais de cem anos, um dos maiores e mais queridos clássicos de aventura -- e a grande referência para o imaginário das histórias de piratas.

O jardim secreto (edição bolso de luxo), de Frances Hodgson Burnett

Uma história encantadora de transformação e empatia. Um clássico da literatura inglesa infantojuvenil adorado há mais de um século por leitores de todas as idades.

Mulherzinhas, de Louisa May Alcott

Livro que inspirou o filme Adoráveis mulheres, de Greta Gerwig. Edição da Penguin-Companhia traz as aventuras das quatro irmãs March com prefácios de Patti Smith e Elaine Showalter.

Mulherzinhas (edição comentada e ilustrada), de Louisa May Alcott

Romance que inovou a literatura e ainda hoje comove e atrai leitores

O quebra-nozes (edição bolso de luxo), de Alexandre Dumas e E.T.A. Hoffmann

Inclui as duas versões desse clássico que inspirou o novo filme da Disney

Uma canção de natal, de Charles Dickens

O livro que "inventou" a celebração do Natal como a conhecemos hoje ganha nova tradução pela Penguin-Companhia, com as ilustrações originais de John Leech.

A fazenda dos animais, de George Orwell

Uma das sátiras políticas mais sagazes de todos os tempos chega ao Brasil em nova edição, com tradução de Paulo Henriques Britto.

1984, de George Orwell

A distopia que deu origem a diversos conceitos atuais chega à Penguin-Companhia com texto introdutório de Thomas Pynchon.

Neste post
Acesse a Letrinhas nas redes sociais