Rádio Companhia #126 - James Baldwin: "Notas de um filho nativo" por Jeferson Tenório e Fernando Baldraia

O último episódio de 2020 da Rádio Companhia está no ar! Nesta edição, conversamos com o editor de diversidade da Companhia das Letras, Fernando Baldraia, e o escritor Jeferson Tenório sobre o livro Notas de um filho nativo de James Baldwin. Tenório é patrono da Feira do Livro de Porto Alegre e lançou, neste ano, O avesso da pele, romance que versa sobre identidade e as complexas relações raciais, violência e negritude, temas de forte presença na obra de Baldwin.

Um dos maiores nomes da literatura afro-americana e da luta pelos direitos civis, James Baldwin - com 31 anos à época – apresenta em Notas de um filho nativo dez ensaios escritos entre os anos de 1948 e 1955. Considerada sua obra-prima de não-ficção por críticos literários como Alfred Kazin e Irving Howe, o título foi eleito o 26o melhor livro do gênero de todos os tempos pelo jornal The Guardian. O livro apresenta discussões como o lugar do artista negro em geral e do escritor em particular, parte na qual o autor tece críticas aos estereótipos presentes em produções consagradas na época, além de relatos autobiográficos sobre momentos cruciais de sua vida como ponto de partida para a reflexão sobre a brutal experiência do racismo nos Estados Unidos. Na terceira parte da obra, Baldwin compartilha o ponto de vista do expatriado sobre a condição do negro americano na Europa, mais especificamente na França, onde viveu em autoexílio por nove anos.

***

Apresentação e edição: Paulo Júnior

Roteiro: Antônio Xerxenesky

***

Ouça no SoundCloud, iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito. Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.

 

Neste post