Natércia Pontes fala sobre o processo de escrita do seu novo livro, Os tais caquinhos — que surgiu de um conto, chamado “Lúcio” —, explorando também um pouco da história de Abigail, Berta e Lúcio, família que acompanhamos bem de perto ao longo da narrativa. De acordo com a autora, enquanto seu volume de contos Copacabana Dreams é resultado de um “olhar para fora”, Os tais caquinhos é um profundo “olhar para dentro”." />

Rádio Companhia #130 - Os tais caquinhos: Bate-papo com Natércia Pontes

No episódio de hoje, Natércia Pontes fala sobre o processo de escrita do seu novo livro, Os tais caquinhos — que surgiu de um conto, chamado “Lúcio” —, explorando também um pouco da história de Abigail, Berta e Lúcio, família que acompanhamos bem de perto ao longo da narrativa. De acordo com a autora, enquanto seu volume de contos Copacabana Dreams é resultado de um “olhar para fora”, Os tais caquinhos é um profundo “olhar para dentro”.

Saiba mais sobre a obra: Faltava muita coisa no apartamento 402. Mas sobravam muitas outras: caixas de papelão, bandejas de isopor, cacarecos, baratas, cupins, muriçocas, poeira, copos sujos. Abigail, Berta e Lúcio formam um trio nada convencional. Duas adolescentes dividem o apartamento com o pai, um homem amoroso, idiossincrático, acumulador, pouco afeito à vida prática, que torce para que a morte venha logo lhe buscar e dá conselhos incomuns às filhas: "É muito bom sentir fome". Os tais caquinhos é um romance de formação trágico e comovente, capaz de arrancar risos nervosos. Ao descrever o dia a dia de uma família simbiótica em meio à cordilheira de lixo que só faz crescer, Natércia Pontes desenha um fascinante retrato de três pessoas que buscam conviver com seus sonhos e suas fantasias, suas manias e seus anseios, seus medos e suas revelações. 

***

Apresentação e edição: Paulo Júnior

***

Ouça no SoundCloud, iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito. Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.

Neste post