Rádio Companhia #145 - Uma conversa entre Zeuler R. Lima e Raul Juste Loures

 

Lina Bo Bardi foi eternizada em uma arquitetura singularmente híbrida, fruto do complexo mosaico intelectual, artístico e político no qual desenvolveu sua formação profissional. Entre suas principais obras podemos destacar o MASP, o Sesc Pompeia, a Casa de Vidro e o Teatro Oficina. 

Em Lina Bo Bardi: O que eu queria era ter história, biografia lançada em maio, o arquiteto e artista Zeuler R. Lima apresenta não só essas e outras realizações da carreira de Lina, mas também facetas e passagens de sua vida pouco conhecidas — suas contradições, impulsos revolucionários e muito mais. 

O episódio da Rádio Companhia desta semana apresenta um bate-papo entre Zeuler R. Lima e o jornalista e pesquisador de arquitetura Raul Juste Lores. Juntos, eles conversaram sobre a obra escrita por Zeuler e exploraram as peculiaridades da trajetória de um dos principais nomes da arquitetura brasileira. O papo foi ao ar ao vivo no canal da Companhia das Letras no YouTube, no dia 21 de maio.

***

Ouça no SoundCloud, iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito. Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.

***

Saiba mais sobre Lina Bo Bardi: O que eu queria era ter história:
Fruto de vinte anos de pesquisa, esta é a biografia definitiva da icônica arquiteta – um ofício até hoje dominado pelos homens – responsável por alguns dos principais marcos da construção no Brasil. O livro traz um olhar inédito e sensível sobre a vida e a personalidade dessa mulher fascinante, com uma narrativa saborosa e uma série de fotografias e desenho

Neste post