" />

Rádio Companhia #159 - Especial Luiz Alfredo Garcia-Roza

Em 2020, quando faleceu, o escritor Luiz Alfredo Garcia-Roza foi reverenciado como grande mestre da literatura policial brasileira. A criação do delegado Espinosa, no premiado livro O silêncio da chuva, revolucionou as narrativas de suspense publicadas no Brasil e ajudou a estabelecer as bases para uma geração de autores que seguiria suas pegadas.

Para celebrar os 85 anos do nascimento de Roza, a apresentadora da Rádio Companhia, Mariana Figueiredo (@mari_figue), recebe a escritora e psicanalista Livia Garcia-Roza, viúva do escritor, Marçal Aquino, autor de romances como Eu receberia a pior notícia dos seus lindos lábios e Baixo esplendor, além de um dos vários entusiastas e admiradores do carioca, e Mateus Baldi (@terraleste), escritor, crítico literário e editor do último livro de Roza, A última mulher.

Saiba mais sobre O silêncio da chuva:
No centro do Rio de Janeiro um executivo é encontrado morto com um tiro, sentado ao volante de seu carro. Além do tiro, único e definitivo, não há outros sinais de violência. É um morto de indiscutível compostura. Mas isso não ajuda: ninguém viu nada, ninguém ouviu nada.O policial encarregado do caso, inspetor Espinosa, costuma refletir sobre a vida (e a morte) olhando o mar sentado em um banco da praça Mauá. No momento tem muito sobre o que refletir. De um lado, um morto surgido num edifício-garagem; de outro, a incessante multiplicação de protagonistas do drama. Tudo se complica quando ocorre outro assassinato e pessoas começam a sumir.

***


Apresentação: Mariana Figueiredo
Edição: Paulo Júnior

 

***

Ouça no SoundCloud, iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito. Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.

Neste post