" />

Rádio Companhia #173 - Uma conversa sobre Sérgio Porto e sua influência na crônica brasileira

Em setembro de 1953, com a criação de seu personagem (ou heterônimo) mais famoso, Sérgio Porto deu o salto que o fez entrar de vez para o panteão dos grandes cronistas brasileiros.

Foi com Stanislaw Ponte Preta e seu humor corrosivo, dono de um olhar sagaz para a sociedade brasileira, que Porto publicou livros definitivos, como o Febeapá, Tia Zulmira e eu e muitos outros.

Para falar sobre a influência de Porto nos cronistas de hoje e celebrar a obra do autor, que na última semana comemoraria 99 anos, a Rádio Companhia desta semana traz o jornalista e escritor Alvaro Costa E Silva, também conhecido como “o Marechal” — que organizou o livro A fina flor de Stanislaw Ponte Preta — e Gregorio Duvivier, escritor, ator, roteirista e grande fã de Porto.

Saiba mais sobre A fina flor de Stanislaw Ponte Preta:
As crônicas reunidas pelo jornalista Alvaro Costa e Silva neste volume trazem o olhar inteligente, mordaz, afiado e debochado de uma das mentes mais brilhantes do humor brasileiro.

***

Apresentação e edição: Paulo Junior

 

***

Ouça no SoundCloud, iTunes, Deezer, Spotify ou no seu agregador de podcasts favorito. Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Escreva pra gente no nosso e-mail, radio@companhiadasletras.com.br, ou nas nossas redes sociais.

Neste post